Meteorologia

  • 24 OUTUBRO 2019
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 21º

Edição

"Os sócios estão connosco e vão encher todos os estádios do país"

Benfica joga em Instambul, esta quinta-feira, frente ao Galatasaray. O pontapé de saída está agendado para as 17h55.

"Os sócios estão connosco e vão encher todos os estádios do país"

Sem Pizzi, Grimaldo e Jonas, Bruno Lage passou a mensagem que na Turquia vão descansar alguns dos jogadores fulcrais do Benfica, uma vez que o técnico demonstrou ter confiança em todo o plantel.

Os encarnados chegam a este encontro motivados depois de uma goleada história ao Nacional (10-0), no Estádio da Luz. A realidade agora é outra e vai jogar-se a Liga Europa.

Fique com o essencial da conferência de imprensa do treinador do Benfica e de Haris Seferovic.

Declarações de Bruno Lage

Tempo suficiente para preparar o jogo: “Não houve muito tempo para treinar. A jogar de 3 em 3, e de 4 em 4 dias nunca há muito tempo. Mas o mais importante foi feito. Analisámos bem o adversário e aquilo que temos vindo a fazer. Amanhã e hoje vamos passar tudo aquilo que conhecemos do adversários aos jogadores. O mais importante está a ser feito e perspetiva que amanhã tenhamos uma enorme confiança. Queremos jogar da mesma forma que jogamos em Portugal.

Ausências de Pizzi, Grimaldo e Jonas: “Foi opção. Apenas isso. A época é longa. Janeiro foi um mês muito carregado e fevereiro também vai ser. A outra razão é que todos trabalham de forma empenhada e o plantel que temos dá-nos garantias para dar continuidade ao que temos vindo a fazer.”

Euforia pode trair equipa: "Não. Euforia porquê? Por termos vencido o último jogo? Nós vimos de uma fase muito boa, não foi apenas o último jogo. Isso, ao longo deste mês e meio, aquilo que têm visto sempre é um equilíbrio. O mais importante é olhar para o nosso trabalho, mas só vamos conseguir obter resultados se olharmos para aquilo que é a nossa evolução e forma de jogar. A pressão que coloco em cima de mim e dos jogadores é aquilo que é o nosso jogo e a nossa organização. Estamos concentrados na nossa estratégia e em vencer o jogo amanhã.

Prescindir de jogadores importantes é forma de mostrar confiança noutros atletas: "As decisões são sempre em funções de vários pontos. Um deles é esse. Nós temos tido um mês de dezembro e de janeiro muito carregado. Vou contar um exemplo: Nós fizemos uma gestão de esforço no segundo jogo com o Sporting e tínhamos dois problemas. Um deles era o Rafa e fizemos a gestão que devíamos ter feito. A outra era do nosso capitão [Jardel]. Arriscámos, mas ele tinha a indicação que ao mínimo sinal deveria avisar e nós fazíamos a alteração. São sempre estas situações que nós vamos tendo em conta o esforço dos atletas, a sequência de jogos, a idade, o historial de lesões, as viagens, etc. A nossa vida é dia a dia e neste sentido o Pizzi, o Grimaldo e o Jonas ficaram em casa. Mas o mais importante é sentirmos que temos um plantel que oferece imensas soluções. 

Mudanças rápidas e emoções fortes, como se faz a gestão: "Equilíbrio, sempre. O mais importante é aquilo que conseguimos controlar. Não escondo que amanhã será mais um marco importante na minha carreira. Mas o mais importante é focarmo-nos naquilo que é a nossa tarefa. Isso deixa-nos afastados de tudo o resto. Temos de apresentar resultados.

Interdição do Estádio da Luz: "São coisas que nós não podemos controlar. A direção respondeu da forma que acha correta. Aquilo que eu vejo e sinto é que queremos muito jogar no Estádio da Luz, na nossa casa. O último jogo é exemplo disso. Mas se não for possível jogar no Estádio da Luz, nós jogamos em qualquer estádio, porque os sócios estão connosco e vão encher todos os estádios do país a apoiar-nos, porque esta equipa merece o apoio pela forma como jogo.

Ambiente na Turquia: "Vai ser um ambiente semelhante ao que vivemos no Estádio da Luz no último jogo. Temos uma equipa experiente e cheia de internacionais. Sabemos o que nos espera, vai haver apoio máximo à equipa da casa. Mas temos de estar preparados para aquilo que é o nosso trabalho. As boas equipas têm de jogar nestes ambientes, o desafio é esse."

Declarações de Seferovic

Duro teste para o Benfica: "É uma grande equipa, que tem grandes jogadores. Vai ser um grande jogo, mas espero que façamos aqui um bom resultado."

Melhor temporada, sente-se diferente?: "Sinto-me confiante, tive oportunidade de jogar e a equipa também está bem. Os meus companheiros também se sentem confiantes."

Dificuldades esperadas: O jogo será difícil, mas estamos aqui para ganhar. Vamos dar o nosso melhor, o Galatasaray também é uma grande equipa e vai querer vencer. Será uma grande luta.

Ganhar a Liga Europa: "Amanhã temos um jogo e achamos que podemos vencer. Temos de pensar jogo a jogo e não na final. Temos de estar focados. Se lá chegarmos, logo veremos”.

Registe-se na Betano e aproveite o Bónus de 50% até 50€ no primeiro depósito! Jogue no Casino e ganhe Rodadas Grátis!

 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório