Meteorologia

  • 19 JULHO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 21º

Edição

Vieira promete treinador para breve e garante: "Dinheiro não é problema"

Presidente do Benfica respondeu, ainda, às críticas de que vai sendo alvo, deixou uma mensagem a Rui Vitória e garantiu que se irá recandidatar à liderança do clube.

Vieira promete treinador para breve e garante: "Dinheiro não é problema"

Luís Filipe Vieira quebrou, esta segunda-feira, o silêncio após a demissão de Rui Vitória. Em entrevista concedida ao "Programa da Cristina", na SIC, o presidente do Benfica prometeu que irá apresentar o novo treinador "na próxima semana" e elogiou Bruno Lage, garantindo que "nunca houve interesse de nenhum dos treinadores que houve por aí".

O dirigente do clube da Luz abordou, ainda, as críticas de que vai sendo alvo, quer por parte dos próprios adeptos, quer dos adversários, e sobre os seus planos para o futuro mais próximo do clube.

Vitória sofrida sobre o Rio Ave: Quando estamos a perder fico sempre triste. Mas demos uma boa resposta. A perder 0-2 ficámos preocupados, mas ficámos satisfeitos com a reação.

Quando surgiu possibilidade de ser presidente: É casual. Há uma pessoa que me diz que tenho de candidatar a presidente do Benfica porque era preciso salvar a melhor marca deste país. Falei com o Manuel Vilarinho, que também ia concorrer, e decidi não concorrer. Ia dividir o Benfica e não podia. O Manuel teve capacidade para derrotar o presidente naquela altura. Passado alguns meses, ligou-me para ir para ao pé dela. Era uma coisa transitória e já lá vão 18 anos.

Cadeira de sonho: Nunca me encarei como estando num lugar de poder. Não me considero um homem poderoso. Somos seis milhões [de benfiquistas], pelo mundo inteiro somos mais. Acho que os benfiquistas não me olham como homem de poder, podem é apreciar-me pelo trabalho que tenho desenvolvido ao longo destes anos. Quando cheguei ao Benfica, consegui retirar a palavra do ‘eu’. Só assim conseguimos chegar onde estamos. Consegui alavancar o Benfica de uma fase horrível e criar credibilidade.

Críticas: Temos bem traçado onde queremos chegar. Vou dar um exemplo. Ontem, quando acabou o jogo, as pessoas gritaram o meu nome de uma forma que não deviam ter feito. Magoou-me, logicamente. Não tenho que dar provas a ninguém da prova que está feita. Era uma casa que não pagava salário a ninguém, e hoje tem 600 colaboradores e paga a tempo e horas, tem um património que nunca teve.

Acusações: Não ligo muito. Corrupto, nunca fui nada vida. Sempre trabalhei. Dever dinheiro… Quem trabalha no sistema financeiro, sabe que não desviei dinheiro nenhum de ninguém. Estou à vontade com essa situação. Num cargo destes, as pessoas dizem cobras e lagartos sem me conhecerem.

Rui Vitória: As pessoas ainda vão ter muitas saudades deles. Um abraço para o Rui, estamos juntos sempre. Sai porque achou que, naquele momento, não era solução para o Benfica. Foi ele que quis sair, colocou o lugar à disposição. Foi pacífica a saída dele.

Sucessor de Rui Vitória: Vai ser resolvido. Já conheço Bruno Lage há muito ano, teve uma boa prestação.

Bruno Lage continua: Vai continuar. Ainda hoje falámos. A decisão final vai ser tomada na próxima semana. No Benfica nunca há passagens.

Jorge Jesus: É meu amigo (…) Aqui não há hipóteses, a única hipótese que existe é Bruno Lage. O futuro nunca sei... Quem não gostaria de estar no Benfica? Não sei quantos treinadores apareceram de um momento para o outro para o Benfica. Ainda ontem falei com o presidente do Vitória por causa do Luís Castro. Nunca houve interesse de nenhum dos treinadores que houve por aí.

José Mourinho: Só para a semana. Não falei com Mourinho, ainda. Não há sonhos aqui. Há um ou outro que sabemos que vão garantir resultados. Quem não gostava de ter o Mourinho? Se ele disse amanhã que sim, vem logo. O dinheiro não é problema para o Benfica neste momento. Se viesse o José Mourinho para o Benfica, o Benfica, em vez de ter 27 jogadores, tinha 20.

Seixal: É o orgulho dos benfiquistas. Tenho orgulho porque ainda não acabei. Vamos criar mais expansão, pelo menos mais seis campos de futebol, uma unidade hoteleira, o colégio… Vai ser o Colégio Internacional do Benfica, é aberto ao público. Vai ser, principalmente, para os nossos jovens. Eles não tinham horários de turma para treinar quando pretendemos. É obrigatório estudar. Havia aqueles miúdos que, aos 18 anos, se tornaram super-profissionais para a equipa principal e desistiam de estudar. A partir deste momento, será obrigatório estudar lá e vai-nos distinguir da concorrência. Qualquer pai vai querer ter o seu filho ali.

Momento conturbado: Não podemos ganhar sempre, as pessoas têm que ter noção disso. Na última década, fomos o clube que ganhou mais em Portugal. O Benfica tem a melhor década da sua história. Se calhar, fomos habituados a ganhar muitas vezes e temos que continuar, mas há alturas na vida em que temos de dar um passo atrás.

Presidente até quando: Vou-me candidatar mais uma vez. Depois, tenho de ver como será o resto da minha vida. Será complicado, vou ter 72 anos...

Sucessão: Quando sair do Benfica, quem vier a seguir só tem de seguir os passos que temos dado. A obra está feita. A única infraestrutura que nos faz falta é para as ditas modalidades amadoras, que é o Centro de Alto Rendimento. Vamos fazer em Oeiras.

Bruno Lage: Se me perguntar se tem perfil para ser treinador do Benfica, digo que sim. Não é só se continuar bem. Temos um projeto que não queremos alterar a meio. Todo o sucesso do Benfica vai passar pela formação do Seixal. O Benfica não se pode desviar disto.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório