Meteorologia

  • 11 DEZEMBRO 2018
Tempo
10º
MIN 8º MÁX 12º

Edição

e-Toupeira: O último dos casos que deixou o Benfica em ebulição

O e-toupeira é o último dos casos que tem manchado o nome da instituição Benfica. Antes, os encarnados já viram o seu nome associado ao ‘Caso dos emails’, ‘Operação Lex’ e ‘Mala Ciao’.

e-Toupeira: O último dos casos que deixou o Benfica em ebulição
Notícias ao Minuto

07:10 - 07/09/18 por Ruben Valente. 

Desporto Justiça

O Ministério Público acusou, na passada terça-feira, a SAD do Benfica e o seu assessor jurídico de 109 crimes. Paulo Gonçalves é acusado de 79, entre eles corrupção ativa, recebimento indevido de vantagem, violação do segredo de justiça ou falsidade informática. Já a SAD do clube da Luz é acusada de um crime de corrupção ativa, um crime de oferta ou recebimento indevido de vantagem e de 28 crimes de falsidade informática.

Um caso que mancha a instituição Benfica, mas que sobretudo pode deixar o clube suspenso de competir entre seis meses e três anos. Este processo, o e-toupeira, ganhou agora novos contornos, mas recorde-se que teve início a 6 de março, quando Paulo Gonçalves foi constituído arguido.

No entanto, este caso de justiça não é o único que assombra o emblema da Luz. Nos últimos tempos, refira-se anos, o clube encarnado tem passado por sucessivos casos. Um deles já arquivado: o dos vouchers.

Iniciou-se em 2015, depois de uma denúncia de Bruno de Carvalho, mas acabou arquivado em março de 2017 pelo Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) e em agosto pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol.

Ainda no mesmo ano, um outro caso fez correr ainda mais tinta. Depois de várias denúncias do FC Porto, tornadas públicadas via direção de comunicação, o ‘Caso dos emails’ veio à tona.

Notícias ao MinutoFrancisco J. Marques foi o responsável por revelar os emails do Benfica© Global Imagens

Caso dos emails

Francisco J. Marques, no dia 11 de abril de 2017, começou por revelar alguns emails que alegadamente comprometiam o Benfica. Se numa primeira instância, foi revelada troca de correspondência entre o chefe de segurança do clube e o administrador Domingos Soares de Oliveira sobre as claques, o caso tomou outras proporções quando o diretor de comunicação do FC Porto denunciou um alegado esquema de corrupção do Benfica para favorecer árbitros.

Revelaram emails entre Paulo Gonçalves e Nuno Cabral, ex-árbitro e na altura delegado da Liga de Clubes. O caso rebentou no dia 19 de outubro com buscas realizadas pela Polícia Judiciária no Estádio da Luz e nas casas de Luís Filipe Vieira, Paulo Gonçalves, Nuno Cabral, Pedro Guerra, Ferreira Nunes (ex-responsável pela classificação dos árbitros) e Adão Mendes (ex-árbitro).

Porém, em fevereiro de 2018, o Tribunal da Relação do Porto acabou por dar razão ao Benfica e o FC Porto ficou proibido de revelar mais emails do clube encarnado, tendo dias depois desta decisão anunciado que ia recorrer ao Tribunal Europeu dos Direitos Humanos. O caso continua a ser investigado e foi anexado ao processo dos vouchers.

Notícias ao MinutoLuís Filipe Vieira foi constituído arguido no caso Operação Lex© Global Imagens

Operação Lex

No dia 30 de janeiro deste ano, Luís Filipe Vieira foi constituído arguido por suspeitas de corrupção, tráfico de influências, recebimento indevido de vantagens, branqueamento e fraude fiscal. Num caso em que o juíz desembargador Rui Rangel é o principal arguido, além de Vieira, o Benfica também viu o seu o vice-presidente Fernando Tavares ser constituído arguido.

Foram realizadas 33 buscas, entre as quais, uma delas no Estádio da Luz, outra à casa do presidente Luís Filipe Vieira.

Mala Ciao

No dia 25 de junho, o Benfica viu o nome do clube, mais uma vez, ligado a um caso de corrupção desportiva. A Polícia Judiciária e o Ministério Público reuniram indícios de que o emblema da Luz tinha prometido pagar cerca de 10 mil euros a cada jogador do Desportivo das Aves para vencer o FC Porto. Isto referente à época 2017/18.

Além de Benfica e Aves, também o Vitória de Setúbal e o Paços de Ferreira foram investigados. O caso também continua a ser investigado.

Notícias ao MinutoFC Porto-Desportivo das Aves disputado a 8 de abril de 2018© Global Imagens 

Porto ganha à 11 jogos consecutivos e joga contra o Galatasaray à procura de um lugar na Liga Europa! Nova vitória para o Porto? Aposte 20€ sem risco e ganhe 60€ como o Porto vai ganhar!

Sugestão para Múltipla Liga dos Campeões: Aposte 20€ sem risco e ganhe 247,8€ como o Barcelona, Porto, Inter e o Liverpool vão ganhar!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório