Meteorologia

  • 20 MAIO 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 20º

PCP lembra "figura ímpar da cultura portuguesa"

O PCP lembrou hoje o realizador Manoel de Oliveira como "uma figura ímpar da cultura portuguesa", lamentando profundamente a sua morte, aos 106 anos.

PCP lembra "figura ímpar da cultura portuguesa"
Notícias ao Minuto

14:22 - 02/04/15 por Lusa

Cultura Manoel de Oliveira

"Falamos de uma figura ímpar da cultura portuguesa e é por isso que o PCP lamenta profundamente o seu falecimento", afirmou a deputada comunista Paula Santos, em declarações aos jornalistas no parlamento.

Destacando o contributo que Manoel de Oliveira deu a Portugal, através do reconhecimento e valorização que o seu trabalho mereceu, Paula Santos considerou que o realizador marcou um espaço próprio na cultura portuguesa.

Questionada sobre a possibilidade de Manoel de Oliveira ter honras de Panteão Nacional, a deputada do PCP disse ser ainda cedo para emitir qualquer tipo de opinião, admitindo, contudo, que o partido poderá considerar essa matéria.

O realizador português Manoel de Oliveira morreu hoje aos 106 anos.

Manuel Cândido Pinto de Oliveira, nascido a 11 de dezembro de 1908, no Porto, era o mais velho realizador do mundo em atividade.

O último filme do cineasta foi a curta-metragem "O velho do Restelo", "uma reflexão sobre a Humanidade", estreada em dezembro passado, por ocasião do 106º aniversário.

Recomendados para si

;
Campo obrigatório