Meteorologia

  • 30 JANEIRO 2023
Tempo
MIN 3º MÁX 12º

Coprodução portuguesa 'Last Things' no festival de Sundance

A coprodução portuguesa "Last Things", realizada e escrita por Deborah Stratman, integra a secção "Nova Fronteira" do festival norte-americano de Sundance, de acordo com a programação hoje divulgada.

Coprodução portuguesa 'Last Things' no festival de Sundance
Notícias ao Minuto

10:51 - 08/12/22 por Lusa

Cultura Sundance

A secção "Nova Fronteira" de Sundance "celebra artistas que desenvolvem narrativas experimentais no cruzamento entre filme, arte, performance e tecnologia 'media', mostrando trabalho de vanguarda que explora e evolui a cultura cinematográfica no panorama de hoje", segundo a página do festival.

Uma coprodução entre a norte-americana Pythagoras Film, a portuguesa Stenar Projects e a francesa Elinka Films, "Last Things" ("Últimas coisas", em tradução livre) é um filme de 50 minutos que aborda a "evolução e a extinção do ponto de vista das rochas e de vários futuros outros".

"A geobiosfera é apresentada como um lugar de possibilidade evolucionária, onde humanos desaparecem, mas a vida perdura", pode ler-se na sinopse.

De acordo com a Stenar Projects, "Last Things" é um "pequeno filme interessado na história grande e no agora longo", baseado nas novelas de proto-ficção científica do francês J.-H. Rosny (1856-1940).

Segundo a produtora portuguesa, o filme tem como "pedras de toque centrais" "A Hora da Estrela", de Clarice Lispector, "The Strange Adventures of a Pebble", de Hallam Hawksworth, a hipótese da evolução mineral de Robert Hazen e os cenários multiespécies do "Chthulucene", de Donna Haraway, entre outras.

"Passagens de Rosny e entrevistas com [Marcia] Bjørnerud formam a coluna vertebral de ficção científica e ciência factual do filme. As rochas são a sua âncora. Tocar rochas é encontrar uma duração alienígena. Confiamos nas rochas como arquivos, mas podíamos também escrever em água. No final, são as partículas que restam", lê-se na página da produtora norte-americana.

A norte-americana Deborah Stratman é presença habitual no Curtas de Vila do Conde, "onde já venceu a Competição Experimental duas vezes, em 2003 e 2014", recorda a página do festival português.

O festival de Sundance anunciou hoje a maior parte do programa para a edição de 2023, que vai decorrer de 19 a 29 de janeiro do próximo ano.

Leia Também: Filmes de Miguel Gomes e Teresa Villaverde recebem apoio do Eurimages

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório