Meteorologia

  • 16 OUTUBRO 2018
Tempo
16º
MIN 16º MÁX 17º

Edição

O bebé é seu mas poderá ter a cara chapada do 'ex' da sua mulher

Afinal de contas há coisas que podemos aprender com as moscas. O jornal i dá conta de uma investigação envolvendo estes insetos que, a confirmar-se, poderia trazer novidades sobre as nossas próprias características. Imagine-se: um bebé poderá vir a nascer com características de um anterior parceiro da mãe?

O bebé é seu mas poderá ter a cara chapada do 'ex' da sua mulher
Notícias ao Minuto

08:10 - 07/10/14 por Notícias Ao Minuto 

Mundo Estudo

Cientistas australianos revelam que descobriram que é possível herdar características do anterior parceiro da mãe, revela o jornal i. Tal acontece com uma espécie de mosca. Mas esta equipa da Universidade de New South Wales desconfia que o caso poderá ser igual com humanos.

Em causa está a possibilidade de uma criança ter características de anteriores parceiros da mãe, uma teoria chamada telegonia, em que Aristóteles já pensava há mais de dois mil anos. Mas o estudo que saiu na Ecology Letters precisa ainda de sair do plano dos insetos para o humano.

A dieta do macho poderá estar no cerne da questão. Na experiência que levaram a cabo, os cientistas deram dietas com níveis diferentes de nutrientes a larvas. Desta experiência nasceram moscas com diferentes tamanhos, influenciados pelo tipo de dieta. Houve depois um primeiro período de acasalamento de moscas, com óvulos imaturos. Mais tarde houve uma segunda fase de acasalamento, com machos diferentes e óvulos já mais maduros.

Os resultados mostraram que estes últimos parceiros eram de facto os pais dos insetos que nasceram. Mas o tamanho dos que nasceram correspondia à dieta do parceiro sexual anterior, e não ao do pai. A confirmar-se em humanos, a descoberta seria ainda mais revolucionária.

Por enquanto, há apenas certezas sobre um efeito (no tamanho no corpo), numa espécie. Há indicações, de outros estudos, de que o fluido seminal em mamíferos pode ter influência no desenvolvimento dos filhos, o que quer dizer que o sémen de um poderia eventualmente potenciar o desenvolvimento de óvulos fertilizados por outro.

Segundo o i, a ideia é intimidante até para um dos investigadores: “espero que não aconteça com seres humanos”, terá desabafado. O caminho seguinte é claro: mais estudos, para continuar a desbravar os caminhos do conhecimento.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório