Meteorologia

  • 23 AGOSTO 2017
Tempo
24º
MIN 23º MÁX 25º

Edição

Não combinam, mas mesmo assim são o par de brincos mais caro de sempre

O apelo dos diamantes quase perfeitos voltou a ser suficiente para garantir a venda de duas peças mundialmente reconhecidas.

Notícias ao Minuto

08:45 - 20/05/17 por Bruno Mourão

Economia Leilão

A Sotheby's fechou com sucesso mais um leilão exclusivo para os mais ricos do mundo. Desta vez, o destaque foi um par de brincos sem igual, denominados como Apollo e Artemis. 

O Apollo é um diamante azul vívido de 14,54 quilates, um dos pouquíssimos do mundo com uma classificação de pureza tão elevada e parte dos cerca de 0,1% de diamantes com tons azuis que existem no mundo. 

Quanto ao Artemis, é um diamante rosa intenso com 16 quilates igualmente trabalhado e transformado num brinco. Os dois exemplares foram vendidos em lotes diferentes, mas foram comprados pelo mesmo multimilionário desconhecido, que pagou 38,3 milhões pelo Apollo e 13,9 milhões pelo Artemis para usar os dois diamantes como um par imperfeito. 

Apesar de tudo, o total de 52,2 milhões de euros gastos na aquisição ficou abaixo das estimativas, que apontavam para um valor combinado de quase 64 milhões de euros. 

"Estou encantado por ver as joias ficarem juntas como um par de brincos", afirmou o chairman da Sotheby's em declarações oficiais citadas pelo britânico Metro. "Foi um prazer para nós ter cuidado do Apollo Azul e do Artemis Rosa, que agora foram batizados como A Memória das Folhas de Outono e o Sonho das Folhas de Outono", conclui David Bennett. 

Veja na galeria os dois históricos exemplares vendidos esta semana.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório