Autarquias devem quase 400 milhões à construção

Nem com o Programa de Apoio à Economia Local (PAEL) as autarquias liquidam a tempo as dívidas que têm para com as construtoras. Segundo o Jornal de Notícias (JN), as câmaras municipais devem 397 milhões de euros mas o tempo médio de pagamento tem vindo a diminuir.

© DR
Economia Liquidação

Alijó, Aveiro e Cartaxo lideram a lista das autarquias com mais atraso no pagamento às construtoras. Segundo o Jornal de Notícias (JN), as câmaras municipais têm ainda uma dívida de 397 milhões de euros para com as empresas de construção.

PUB

Mesmo com o Programa de Apoio à Economia Local (PAEL) em ação desde 2012, são ainda muitas as autarquias com dificuldades em liquidar as suas dívidas às construtoras, contudo, o tempo médio de pagamento tem vindo a diminuir, estando de momento fixado nos 140 dias e três a quatro meses acima do prazo legal.

Celorico da Beira, Moimenta da Beira, Nazaré, Paços de Ferreira, Portimão, Santa Comba Dão, Trofa, Vila Nova de Poiares, Vila Real de Santo António e Vizela são as restantes autarquias com maior tempo médio de pagamento.

Segundo a publicação, existem ainda 30 municípios que, mesmo usufruindo do EPAL, apresentam dívidas excessivas e terão que aderir de forma obrigatória ao Fundo de Apoio Municipal, com proposta de lei aprovada esta semana pelo Governo.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser