Pirazzi e Ruffoni despedidos da Bardiani-CSF depois de acusarem doping

Os dois ciclistas, que estavam escalados para participar no Giro, foram suspensos preventivamente a 04 de maio, segundo anunciou a União Ciclista Internacional (UCI), depois de terem sido 'apanhados' num controlo surpresa em abril, vendo agora os resultados confirmados na contra-análise.

© DR
Desporto Ciclismo

Os ciclistas italianos Stefano Pirazzi e Nicola Ruffoni, da Bardiani--CSF, foram despedidos da equipa italiana ao verem hoje confirmados os resultados positivos do controlo antidoping a que foram sujeitos antes da Volta a Itália.

PUB

Os dois ciclistas, que estavam escalados para participar no Giro, foram suspensos preventivamente a 04 de maio, segundo anunciou a União Ciclista Internacional (UCI), depois de terem sido 'apanhados' num controlo surpresa em abril, vendo agora os resultados confirmados na contra-análise.

Além de terem abandonado a equipa do escalão continental, que participa na 100.ª edição da 'corsa rosa' com apenas seis ciclistas, Ruffoni e Pirazzi vão sofrer sanções por terem acusado uma hormona de crescimento.

Também a Bardiani poderá sofrer uma suspensão, que pode oscilar entre os 14 e os 45 dias, com a decisão final nas mãos da Comissão Disciplinar da UCI, que poderá suspender a formação ainda durante o Giro, impedindo-a de terminar a prova, cuja última etapa está marcada para 28 de maio.

Pirazzi, de 30 anos, vencedor de uma etapa do Giro em 2014, deveria chefiar a equipa, na sua sétima participação na corrida, enquanto Ruffoni, de 26 anos, iria participar na 'corsa rosa' pela quarta vez.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser