Meteorologia

  • 31 MARçO 2020
Tempo
MIN 6º MÁX 14º

Edição

O inocente Roomba vai ser usado com um objetivo… arrepiante

Pode ficar impressionado com as informações que o aspirador recolhe sobre a sua casa.

O inocente Roomba vai ser usado com um objetivo… arrepiante

Foi há cerca de 15 anos que o aspirador autónomo Roomba começou a ajudar a limpar as casas de todo o mundo, um propósito inocente que agora parece ter evoluído para um objetivo e modelo de negócio um pouco arrepiante para alguns consumidores.

Em conversa com a Reuters, o CEO da iRobot, Colin Angle, apontou que a empresa pode vir a vender dados recolhidos sobre as casas dos seus clientes a quem estiver disposto a dar mais por essa informação. Mas que tipo de informação? A planta da casa, por exemplo, pode vir a ser útil para empresas como a Amazon, a Google e a Apple para melhoraram a qualidade do áudio espacial das suas colunas caseiras.

A utilidade resultante da venda destes aspiradores robóticos não está em questão, mas sim a abertura dos consumidores em abrirem mão destes dados tão específicos sobre as suas casas. É de esperar que este seja um assunto que continue a ser debatido nas próximas semanas, uma vez que nem todos estarão dispostos a ‘alinhar’ no negócio.

Em reação a esta notícia, a iRobot entrou em contacto com o Tech ao Minuto para enviar o comunicado oficial da empresa onde é rejeitada a hipótese dos dados dos seus clientes virem a ser vendidos no futuro. Abaixo pode ler o comunicado na íntegra.

"A iRobot não vende dados e os nossos clientes estão em primeiro lugar. Nunca iremos violar a confiança vendendo ou dando um mau uso de dados dos consumidores, incluindo os dados recolhidos pelos nossos produtos conectados. Neste momento, os dados recolhidos pelo Roomba permitem-lhe limpar a casa eficaz e eficientemente e proporciona aos clientes informações sobre o desempenho de limpeza. A iRobot acredita que, no futuro, esta informação poderá proporcionar um valor ainda maior para os consumidores permitindo que uma casa inteligente e os seus dispositivos dentro dela funcionem melhor mas sempre com o consentimento explícito dos consumidores."  

[Notícia atualizada às 10:30 de 27/07]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório