Meteorologia

  • 26 FEVEREIRO 2024
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 14º

Geosat pretende lançar 11 novos satélites de alta resolução até 2025

A Geosat anunciou hoje que pretende lançar 11 novos satélites de alta e muito alta resolução até 2025, reforçando a sua "posição exclusiva na Europa" ao ser uma das únicas empresas europeias com este tipo de satélites.

Geosat pretende lançar 11 novos satélites de alta resolução até 2025
Notícias ao Minuto

08:09 - 22/09/23 por Lusa

Tech Espaço

Em comunicado, a Geosat salienta que, até 2025, "pretende lançar 11 novos satélites de alta e de muito alta resolução, acelerando com isso o ecossistema espacial português, criando novas cadeias de valor e fomentando a economia do país", lê-se no comunicado.

Este lançamento é acompanhado "por uma nova estratégia de comunicação global de marca, que se materializa numa nova identidade visual e gráfica alinhada com o acelerado desenvolvimento que o próprio setor espacial vive atualmente tanto a nível mundial como em Portugal, neste último caso com o forte contributo da Geosat".

"Os planos da Geosat passam por expandir a atual constelação e reforçar o nosso posicionamento enquanto empresa europeia referência no setor da Observação da Terra. Para isso, estamos a liderar os dois projetos nacionais mais arrojados de sempre no Espaço: o desenvolvimento, lançamento e operação da primeira constelação de satélites nacional, focada em satélites de muito alta resolução, e a implementação da componente portuguesa da Constelação Atlântica", afirma o presidente executivo (CEO) da empresa, Francisco Vilhena da Cunha, citado no comunicado.

"Estes projetos, apoiados pela Agenda New Space Portugal no âmbito do PRR [Plano de Recuperação e Resiliência], serão responsáveis por mudar a cara da indústria espacial em Portugal" e "são projetos críticos para criar bases sólidas para o futuro do setor espacial em Portugal, quer na dinamização de inovação nacional, como na evolução da especialização e qualificação" do mesmo, remata.

Portugal "é hoje um 'player' global no Espaço" com a atividade da Geosat, acrescenta.

"Trouxemos o país para a 'primeira liga' do Espaço e hoje Portugal faz parte do grupo restrito de países europeus que detém e opera satélites comerciais. O que temos pela frente é uma oportunidade única para afirmar o nosso país no setor espacial", aponta.

A constelação da Geosat "permite a Portugal autonomia no acesso a imagens captadas do Espaço, que são relevantes tanto no contexto geoestratégico como no desenvolvimento de atividades económicas nas mais variadas áreas, desde a agricultura ao setor financeiro, e ainda na gestão de situações de emergência provocadas, por exemplo, pela seca, incêndios, crises humanitárias ou alterações climáticas", argumenta.

Os novos satélites vão permitir melhorar a resolução e revisitar a atual constelação da Geosat, que conta já com dois.

Assim, "serão oito satélites de alta resolução para revisita a cada seis horas e três de muito alta resolução (50cm), num investimento total de 100 milhões de euros, 70% dos quais integrados como investimentos no Plano de Recuperação e Resiliência", de acordo com a empresa.

Sendo atualmente "a única empresa em Portugal a deter e a operar satélites (e uma das poucas dezenas a nível mundial), a Geosat está apostada em se posicionar na liderança desta era -- o New Space --, expandindo a vocação do Espaço da Ciência e da Defesa, para a vertente de negócio que a exploração espacial possibilita".

As duas únicas empresas europeias com satélites de muito alta resolução são a Geosat e a Airbus.

Leia Também: NASA conseguiu gerar oxigénio em Marte

Recomendados para si

;

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório