Meteorologia

  • 04 AGOSTO 2020
Tempo
31º
MIN 18º MÁX 31º

Edição

Amazon, Apple, Facebook e Google são ouvidas hoje no congresso dos EUA

Os líderes gigantes tecnológicas terão de defender as respetivas empresas e convencer os legisladores norte-americanos de quem não têm uma dimensão demasiado grande.

Amazon, Apple, Facebook e Google são ouvidas hoje no congresso dos EUA

É esta quarta-feira, dia 29, que os líderes da Amazon, Apple, Facebook e Google serão ouvidos numa audiência no congresso dos EUA, procurando convencer os legisladores de que as empresas que representam não são grandes demais e não detêm qualquer monopólio.

Desta forma, marcarão presença o CEO da Amazon, Jeff Bezos; o CEO da Apple, Tim Cook; o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg; e o CEO da Alphabet (que detém a Google), Sundar Pichai.

“Desde junho passado que o subcomité tem investigado o domínio de um pequeno número de plataformas digitais e a relevância de existirem leis e autoridade contra a anti-competitive. Dado o papel central que estas empresas têm nas vidas das pessoas na América, é crucial que os seus CEOs sejam frontais. Tal como dissemos desde o início, o seu testemunho é essencial para que completemos esta investigação”, pode ler-se no comunicado dos responsáveis pelo subcomité que está encarregue da audiência.

Os quatro CEOs já tiveram oportunidade de partilhar as respetivas declarações de abertura. Começando por Tim Cook, o CEO da Apple admite que comparecerá à audiência “porque o escrutínio é apropriado e responsável” mas, adianta, não faz “qualquer concessão aos factos”.

Jeff Bezos, da Amazon, indica que “tal como o mundo precisa de pequenas empresas, também precisa de grandes”, apontando que “há coisas que as pessoas empresas simplesmente não conseguem fazer” tal como competir num mercado a retalho global que é “surpreendentemente grande e extraordinariamente competitivo”.

Por outro lado, Mark Zuckerberg, do Facebook, procurará convencer o congresso dos EUA de que as aquisições que o Facebook e o Instagram têm feito são, na verdade, boas para a concorrência. “As nossas aquisições ajudaram a impulsionar a inovação para as pessoas que usam os nossos produtos e serviços e para a comunidade abrangente de startups, adiantou o executivo.

Por último, Sundar Pichai apontou que a Google “contribui construindo produtos que são úteis para os utilizadores em momentos pequenos e grandes”, apontando para serviços como o YouTube, o Search, o Gmail, o Maps ou o Photos e para os “milhares de dólares em valor para o americano normal”. “Muitos são os donos de pequenos negócios que têm usado as nossas ferramentas digitais para crescerem”, afirmou Pichai.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório