Meteorologia

  • 22 ABRIL 2019
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 18º

Edição

Transmissão ilegal de jogos de futebol valeu 17 anos de prisão

Operação providenciava jogos de futebol da Premier League a mais de mil pubs, clubes e casas em Inglatera e País de Gales.

Transmissão ilegal de jogos de futebol valeu 17 anos de prisão
Notícias ao Minuto

12:11 - 22/03/19 por Miguel Patinha Dias 

Tech Premier League

Três homens responsáveis por uma operação de transmissão ilegal de jogos de futebol da Premier League foram condenados a 17 de prisão no Reino Unido. Os jogos eram transmitidos para mais de mil pubs, clubes e casas em Inglaterra e País de Gales através de serviços chamados Dreambox, Dreambox TV Limited e Digital Switchover Limited.

O grande responsável pela operação, Steven King, foi condenado a sete anos e quatro meses de prisão ao passo que os colaboradores, Paul Rolston e Daniel Malone, receberam uma senteção de seis anos e quatro meses e três anos e três meses (respetivamente).

Aproveitando a sentença, o diretor de serviços legais da Premier League, Kevin Plumb, apontou que o caso “reflete a seriedade e a escala dos crimes”. “O uso destes serviços é contra a lei e os fãs devem estar conscientes disso quando entrem em acordo com negócios ilegais. Também se arriscam a ser vítimas de fraude ou roubo de identidade com dados pessoais e detalhes financeiros”, pode ler-se nas declarações de Plumb partilhadas pelo The Independent.

Leia mais: Google, Facebook e Twitter lançam ferramentas novas a pensar nas eleições

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório