Meteorologia

  • 25 JUNHO 2018
Tempo
24º
MIN 22º MÁX 26º

Edição

PCP critica obra no Largo do Rato enquanto PSD aplaude o projeto

A obra projetada para o gaveto formado pela Rua do Salitre, Rua Alexandre Herculano e Largo do Rato está a dividir os vereadores da oposição de Lisboa, com o PCP a criticar o projeto e o PSD a aplaudi-lo.

PCP critica obra no Largo do Rato enquanto PSD aplaude o projeto
Notícias ao Minuto

21:59 - 24/02/18 por Lusa

Política Obras

O projeto concebido pelos arquitetos Manuel Aires Mateus e Frederico Valsassina, e que prevê um edifício de habitação perto da sinagoga, vai finalmente avançar.

Ao fim de vários anos de polémicas e contestação, os trabalhos já começaram, com a colocação de tapumes, e está previsto que durem dois anos.

O licenciamento desta empreitada foi aprovado em reunião da Câmara Municipal de Lisboa em 2005 e deferido em 2010 (com a abstenção do PSD e CDS-PP) pelo executivo liderado pelo socialista António Costa.

Em declarações à agência Lusa, o vereador Carlos Moura, do PCP, afirmou que o início dos trabalhos não é nada que "não esperasse", uma vez que a "obra tinha sido avalizada" na altura em que eram presidentes de Câmara Pedro Santana Lopes (PSD) e António Costa (PS), em 2005 e 2010, respetivamente.

Para o comunista, "só se podem considerar responsáveis PSD e PS, um por ter propiciado direitos através da aprovação de um Pedido de Informação Prévia (PIP), e o outro por não ter tido coragem de enfrentar um problema complicado, mas que a cidade merecia que tivesse sido enfrentado", considerou o eleito.

"Assim ficaremos com um 'monstro' mesmo junto ao Chafariz do Rato, frente aos Jardins do Palácio Palmela, a engolir e tirar grande parte da luz natural da sinagoga", salientou.

O vereador do PCP apontou também que esta obra irá "desfigurar completamente o largo, que não tem nenhum edifício que sequer se aproxime das características deste", que se apresenta com traços modernos.

Na opinião de Carlos Moura, "caberá aos lisboetas ajuizarem sobre que políticas de urbanismo completamente enfeudadas aos interesses empresariais vêm sendo implementadas em Lisboa, de há já bastantes anos a esta parte".

Também ouvido pela Lusa, o vereador João Pedro Costa (PSD) lembrou que este é um processo que transitou de mandatos anteriores, mas que "está aprovado, tem licença, não há nada a fazer".

Agora, construir "é um direito que o promotor tem", afirmou.

"Só podemos discutir se gostamos da obra. Eu gosto da obra do Manuel Aires Mateus, é dos melhores arquitetos que temos", salientou o eleito, apontando não conhecer em detalhe este projeto, mas apenas as maquetes virtuais de como ficará o local quando a obra estiver terminada.

Ainda assim, João Pedro Costa defendeu que "Lisboa precisa de arquitetura de qualidade", salientando que a capital "também se faz da arquitetura moderna e não só de arquitetura de época".

"Precisamos de muitos mais arquitetos de excelência a fazer Lisboa, a cidade precisa de arquitetura moderna, e Manuel Aires Mateus é o grande arquiteto de Lisboa", atirou, classificando como "excelente" a possibilidade de existir uma obra assinada por este arquiteto no Largo do Rato.

A Lusa contactou também o vereador do CDS-PP João Gonçalves Pereira, que remeteu uma posição para mais tarde por não conhecer o projeto com detalhe, assim como o vereador do BE, Ricardo Robles, mas sem sucesso.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.