PAN denúncia maus tratos a animais em corridas de galgos

De entre os vários maus tratos denunciados está a alegada administração de drogas estimulantes aos animais, como cocaína, cafeína, eritropoetina, anfetaminas, assim como anti-inflamatórios não esteróides ou corticoesteróides.

© Reuters
Política Animais

O Partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) avançou esta quinta-feira com uma denúncia de crime público ao Ministério Público, devido à suspeita de graves maus tratos a animais envolvidos nas corridas de cães galgos.

PUB

Num comunicado enviado às redações, o partido salienta que esta é uma atividade de entretenimento humano que “representa um negócio altamente lucrativo que vive à custa da exploração da alta performance destes animais, pela exigência dos violentos treinos a que são sujeitos, com choques elétricos, administração de drogas estimulantes altamente prejudiciais para a sua saúde e um desgaste brutal”.

Além dos maus tratos aos animais, o PAN suspeita também que em torno do negócio das corridas de cães galgos estejam associados outros crimes, como apostas ilegais, numa atividade que nem sequer está regulamentada, suspeita o partido.

Neste sentido, e procurando saber mais sobre a atividade, o PAN fez saber que questionou esta quinta-feira o Ministro da Agricultura e do Mar. A intenção é saber, por exemplo, se já existiu alguma ação de fiscalização a estas corridas, e se sim quando, quantas e qual o resultado das ações, se tem conhecimento dos métodos de treino utilizados nesta atividade e se tem conhecimento da administração de drogas estimulantes como cocaína, cafeína, eritropoetina, anfetaminas, entre outros, bem como anti-inflamatórios não esteróides ou corticoesteróides.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser