Meteorologia

  • 20 JUNHO 2024
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 22º

PS "aliado do comunismo" põe Costa em problemas

Para António Barreto, António Costa pode perder o partido, ao estar a unir-se a partidos comunistas. "O PS é geneticamente anticomunista e deixar de ser anticomunista e passar a ser amigo ou aliado do comunismo, do Bloco de Esquerda ou do Livre põe problemas seríssimos?, diz ao Dinheiro Vivo.

PS "aliado do comunismo" põe Costa em problemas
Notícias ao Minuto

08:50 - 11/10/14 por Notícias Ao Minuto

Política António Barreto

Em entrevista ao Dinheiro Vivo, António Barreto afirma que António Costa pode estar a seguir um caminho perigoso ao estar a aliar-se a partidos comunistas.

Sem ser claro se António Costa quer chegar ao Partido Comunista, até porque este “não esclareceu”, para o sociólogo, o novo líder socialista já “deu vários sinais” de que isso pode ser possível.

“Ele nunca afirmou muito claramente a sua política de alianças e o número de encenação com o Partido Livre é um fenómeno novo”, defende António Barreto, referindo que ao fazê-lo, Costa “pôs o dedo numa questão importantíssima”.

“O PS é geneticamente anticomunista e deixar de ser anticomunista e passar a ser amigo ou aliado do comunismo, do Bloco de Esquerda, ou do Livre põe problemas seríssimos”, diz, defendendo que este corre “o risco de perder o próprio partido, porque a força anticomunista do PS é muito grande”.

Já em análise à prestação do socialista, em caso de vitória nas próximas eleições legislativas, o sociólogo acredita que Costa “vai tentar fazer diferente, melhor, vai tentar puxar por todas as hipóteses da solidariedade europeia que existem, que são muito poucas”.

Apesar disso, mostra-se renitente quando à possibilidade de este o conseguir “porque não temos dinheiro” e vivemos numa oscilação entre “independência e liberdade”, em que se queremos muita liberdade precisamos da proteção da União Europeia, mas se queremos independência temos que sair do Euro.

Recomendados para si

;
Campo obrigatório