Meteorologia

  • 20 JUNHO 2024
Tempo
21º
MIN 15º MÁX 22º

PAN será força construtiva no novo quadro parlamentar da Madeira

A porta-voz do PAN afirmou que o seu partido será uma força construtiva no novo quadro político na Madeira resultante das regionais de domingo, mas reiterou a indisponibilidade para acordos de incidência parlamentar com Miguel Albuquerque.

PAN será força construtiva no novo quadro parlamentar da Madeira
Notícias ao Minuto

00:18 - 27/05/24 por Lusa

Política Inês de Sousa Real

Inês de Sousa Real assumiu estas posições em declarações à agência Lusa, a partir da Madeira, em que manifestou "muita alegria" e "muito orgulho" pela reeleição da deputada Mónica Freitas para a Assembleia Legislativa Regional, considerando que os eleitores "renovaram o seu voto de confiança" no PAN.

Interrogada se o PAN está disponível para algum tipo de entendimento de apoio a um novo Governo Regional do PSD liderado por Miguel Albuquerque, Inês de Sousa Real respondeu: "A nossa Comissão Política Regional e a nossa deputada única Mónica Freitas já se pronunciaram a esse respeito e já deixaram claro que não estão disponíveis para acordos de incidência parlamentar."

"Esta noite é uma noite de alegria e de celebração, mas sabemos que os madeirenses e porto-santenses precisam não apenas de um Orçamento Regional, precisam também de uma solução que seja uma solução estável, e podem contar a responsabilidade do PAN, tal como já demonstrámos em momentos-chave para o arquipélago", acrescentou.

A porta-voz do PAN considerou que "há uma representação" na Região Autónoma da Madeira "que foi legitimada pelos madeirenses e porto-santenses".

"E nesse sentido o PAN irá de forma construtiva trabalhar para dar mais força às causas que representa e analisar tudo aquilo que sejam as propostas em cima da mesa", reforçou.

De acordo com resultados oficiais divulgados pela Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, o PSD obteve 36,13% dos votos nas eleições regionais antecipadas de hoje e conseguiu 19 lugares em 47 na Assembleia Legislativa Regional da Madeira, ficando a cinco da maioria absoluta.

O PS, com 21,32% dos votos, manteve os 11 mandatos que tinha no parlamento regional, enquanto o JPP subiu de cinco para nove e o Chega voltou a eleger quatro deputados. O CDS-PP elegeu dois, a IL um e o PAN também um.

Leia Também: PSD vence (sem maioria), JPP cresce, BE e CDU de saída. E agora, Madeira?

Recomendados para si

;
Campo obrigatório