Meteorologia

  • 21 MAIO 2024
Tempo
18º
MIN 13º MÁX 20º

PSD anuncia proposta para aproximar posições a PS e Chega sobre IRS

O líder parlamentar do PSD anunciou hoje que enviou aos partidos uma nova proposta relativa à descida do IRS que, segundo Hugo Soares, aproxima o diploma inicial do Governo das iniciativas do PS e Chega.

PSD anuncia proposta para aproximar posições a PS e Chega sobre IRS
Notícias ao Minuto

18:06 - 15/05/24 por Lusa

Política Hugo Soares

O anúncio foi feito no debate quinzenal com o primeiro-ministro, no parlamento.

De acordo com Hugo Soares, o PSD propôs hoje de manhã aos restantes partidos que, em resposta a um apelo do BE, "o Governo possa avaliar no próximo Orçamento do Estado as deduções dos encargos com a habitação em sede do IRS.

"Ouvimos o deputado André Ventura -- não sei se era para o 'tik tok' -- desafiar-nos a descer [o IRS] no terceiro e quarto escalão. Pois bem, hoje demos entrada de uma proposta onde igualamos o terceiro e quarto escalão do partido Chega e, já agora, do PS", disse Hugo Soares.

Segundo o líder parlamentar do PSD, para que não haja violação da norma travão nem se prejudique a política orientadora do Governo em matéria fiscal, a proposta do PSD também "foi ao encontro da do PS" e aproxima-se da dos socialistas "no sexto escalão".

"Desta vez é que vamos ver se o Chega funciona como 'chega me isso' do PS, ou se o PS vai dar colo ao Chega aqui no parlamento", desafiou.

Na resposta, o líder parlamentar do Chega, Pedro Pinto, disse que o partido não está disponível para fazer nenhum acordo.

A semana passada, o PS, conforme noticiado pela agência Lusa, enviou ao PSD, BE e PCP um texto de substituição que visa conciliar os diferentes projetos sobre IRS em discussão na especialidade, considerando ser possível "assegurar um amplo consenso" para a aprovação da medida.

Este texto substituiria as propostas de lei do Governo, para além dos os projetos de lei do próprio PS, Chega, IL, BE e PCP.

Em 24 de abril, parlamento aprovou na generalidade as propostas do PS, BE e PCP sobre o IRS e os requerimentos para que a proposta do Governo, do Chega e da IL baixassem à especialidade sem votação.

Numa fase anterior do debate, o primeiro-ministro manifestou-se disponível para aproximar posições sobre a descida do IRS, mas sem desvirtuar a proposta do Governo ou "manter o erro económico" da política fiscal socialista, ao responder a um desafio do líder do PS.

Leia Também: AD foi atrás de medida do PS? "Governo não tem o dom da adivinhação"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório