Meteorologia

  • 07 FEVEREIRO 2023
Tempo
MIN 6º MÁX 13º

"Alegrias, paixão e respeito". Políticos reagem à morte de Fernando Gomes

O antigo jogador morreu este sábado, aos 66 anos, vítima de doença prolongada.

"Alegrias, paixão e respeito". Políticos reagem à morte de Fernando Gomes
Notícias ao Minuto

18:58 - 26/11/22 por Notícias ao Minuto

Política Fernando Gomes

Várias personalidades políticas reagiram, este sábado, à morte do antigo jogador Fernando Gomes.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, considerou que o antigo avançado internacional português Fernando Gomes, que morreu aos 66 anos, "marcou o futebol português" e "foi determinante na afirmação" do país no estrangeiro.

"Fernando Gomes marcou o futebol português numa época de que me recordo bem, e os portugueses recordam-se bem, os mais jovens recordam-se menos, porque foi determinante na afirmação de Portugal fora das nossas fronteiras", defendeu o chefe de Estado, que falava aos jornalistas depois de ter participado na cerimónia de Juramento de Hipócrates da região Sul, em Lisboa.

Já o primeiro-ministro, António Costa, disse que a magia em campo do antigo futebolista Fernando Gomes, que morreu vítima de doença prolongada, será sempre recordada, em mensagem publicada no Twitter.

O presidente da Assembleia da República também escreveu no Twitter considerando que o país fica "mais pobre" com a morte do antigo jogar.

O presidente do Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda Pedro Filipe Soares também recorreu ás redes sociais.

"Lembro-me dos golos, claro, e de todas as alegrias que nos deu", começou por escrever numa publicação partilhada no Twitter.

O bloquista refere ainda que o que mais o marcou no percurso do antigo jogador foi a prova de que é "possível discutir futebol com elevação, que o respeito pelos adversários faz parte do jogo", rematou o bloquista.

Também responsáveis de outros partidos já reagiram à morte de Fernando Gomes, como é o caso do Partido Social-Democrata.

"Partilho com a Federação Portuguesa de Futebol, o Futebol Clube do Porto e a família de Fernando Gomes a minha tristeza e pesar pela prematura partida de um desportista de eleição", escreveu Luís Montenegro numa publicação partilhada no Twitter.

"Um exemplo de paixão clubistíca com fair play e uma referência para a minha geração", rematou o dirigente do PSD.

O partido Chega também deixou uma palavra após a notícia. "Uma grande e sentida homenagem ao Fernando Gomes, à sua família e a todo o universo portista. Enorme exemplo de paixão e dedicação! O mundo do futebol ficou mais pobre!", escreveu André Ventura na rede social.

A dirigente do partido Pessoas-Animais-Natureza considerou que "não é apenas o FC Porto que está de luto"

Fernando Gomes, bibota de ouro e melhor marcador de sempre do FC Porto, morreu este sábado, aos 66 anos. A informação foi confirmada pelos portistas.

O antigo avançado faleceu vítima de doença prolongada. Fernando Gomes lutava contra um cancro no pâncreas desde outubro de 2019. Recentemente, o ex-jogador tinha estado hospitalizado depois de sofrer um AVC.

Vários responsáveis reagiram à morte do ex-jogador.

Leia Também: "Todos ficam mais pobres" após morte de Fernando Gomes, diz Santos Silva

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório