Meteorologia

  • 29 JUNHO 2022
Tempo
23º
MIN 16º MÁX 23º

PAN destaca orçamento "mais verde" mas desafia Governo a manter diálogo

A deputada única do PAN considerou hoje que o Orçamento do Estado é "mais verde" graças ao seu partido, mas lamentou que não tenha sido possível ir mais longe, e desafiou o Governo a manter o diálogo.

PAN destaca orçamento "mais verde" mas desafia Governo a manter diálogo
Notícias ao Minuto

11:59 - 27/05/22 por Lusa

Política Orçamento

"Embora se registe alguma demora do Governo no processo negocial e não se tenha ido tão longe quanto queríamos, a verdade é que há avanços muito importantes que surgem pela mão do PAN, avanços que se traduzem num compromisso orçamental que ascendem a quase 100 milhões de euros e que trazem mais justiça intergeracional", afirmou Inês Sousa Real.

Na sua intervenção na sessão de encerramento da discussão do Orçamento do Estado para 2022, na Assembleia da República, a porta-voz do Pessoas-Animais-Natureza considerou que este é "um orçamento mais verde, mais ecológico e mais sustentável que garante que as futuras gerações possam herdar um planeta mais comprometido com aquilo que é o bem-estar e a qualidade de vida".

A deputada do PAN, que já tinha anunciado que vai abster-se na votação final global do orçamento, dirigiu-se depois ao primeiro-ministro para deixar um desafio.

"Senhor primeiro-ministro, o senhor evocou aqui tantas vezes que ainda tinha muita estrada para andar, esperamos que o Governo, durante esta legislatura, não venha depois com o seu rolo compressor da maioria absoluta vir asfaltar esta mesma estrada", disse.

E argumentou que "ganhou a democracia e acima de tudo ganhou o ambiente e as gerações futuras" com "o compromisso sério que conseguimos com o diálogo, com a negociação".

Na sua intervenção, Inês Sousa Real defendeu que "é graças ao PAN que temos um orçamento mais verde".

"Propusemos e conseguimos 20 milhões de euros para os transportes públicos no interior, propusemos e conseguimos 40 milhões de euros para tornar as casas das pessoas que vivem em pobreza energética mais sustentáveis, mais confortáveis e acima de tudo mais climaticamente sustentáveis", destacou.

E prosseguiu, referindo que este orçamento prevê "cinco milhões de euros para deseucaliptar Portugal", mais incentivos à agricultura biológica ou "um milhão de euros para o plano nacional de mobilidade ativa".

A deputada única do PAN defendeu igualmente que ao nível dos direitos humanos, "ninguém foi deixado para trás" e que este é agora um orçamento "mais empático para com os animais" pois "dá 13 milhões de euros para as medidas de bem-estar animal".

No encerramento do debate orçamental, Inês Sousa Real não esqueceu as medidas que viu rejeitadas, como a renegociação dos contratos do Novo Banco, a licença menstrual ou a descida do IVA para os serviços médico-veterinários e para os bens alimentares essenciais.

O Orçamento do Estado para 2022 é votado hoje em votação final global e tem aprovação garantida graças à maioria absoluta do PS.

O orçamento sai da especialidade com poucas alterações e mesmo as propostas da oposição aprovadas - o PAN e o Livre foram os que conseguiram maior número de "vitórias" -- terão reduzido impacto orçamental, um cenário diferente do período da 'geringonça'.

[Notícia atualizada às 12h43]

Leia Também: Troca de acusações entre PAN e Chega acompanha chumbo da licença mestrual

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório