Meteorologia

  • 27 MAIO 2022
Tempo
21º
MIN 16º MÁX 34º

"Uma coisa é certa, pelo menos o Cabrita saiu antes de mim"

Duarte Marques já reagiu à sua exclusão da lista do PSD por Santarém.

"Uma coisa é certa, pelo menos o Cabrita saiu antes de mim"

Na sequência da divulgação das listas aprovadas ontem pelo Partido Social Democrata (PSD) para as legislativas, nas quais cerca de 40% dos deputados eleitos em 2019 se viram excluídos, Duarte Marques reagiu com ironia ao ter sido ‘deixado de fora’ da lista por Santarém, fazendo referência à demissão do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita.

“Uma coisa é certa, pelo menos o Cabrita saiu antes de mim”, ironizou o deputado pela bancada do PSD, na sua página do Facebook, depois de ter sido confirmado que não constava na lista dos deputados a eleição nas legislativas de 30 de janeiro.

O social-democrata referiu-se à demissão de Eduardo Cabrita enquanto ministro da Administração Interna, a 3 de dezembro, dia em que foi conhecido o despacho de acusação do Ministério Público visando o motorista do automóvel em que seguia, no caso do trabalhador atropelado mortalmente na A6.

Recorde-se que o ex-ministro se viu envolvido em diversos escândalos antes desta decisão, que se especula ter ocorrido como forma de proteger o Partido Socialista (PS) nas eleições antecipadas.

"Não posso permitir que este aproveitamento político absolutamente intolerável seja utilizado no atual quadro para penalizar a ação do Governo, contra o primeiro-ministro, ou mesmo contra o PS. Por isso entendi solicitei exonerar hoje as minhas funções de ministro da Administração Interna ao senhor primeiro-ministro", disse, no anúncio da sua demissão.

À semelhança de 2019, a cabeça de lista para o círculo eleitoral de Santarém será Isaura Morais, sendo que apenas João Moura, presidente da distrital, 'sobrevive' naquela lista, em comparação com as últimas eleições.

Na verdade, dos 79 deputados eleitos em 2019, só 47 se mantêm nas listas, com 28 ‘deixados de fora’ da proposta, alguns por vontade própria, outros por não fazerem parte das escolhas da Comissão Política Nacional. Assim, o número de deputados do PSD que se despedem da Assembleia da República sobe para 32, se se somarem os quatro atuais parlamentares pelo círculo do Porto que integram a lista, em lugares fora das possibilidades de eleição.

Ainda assim, o presidente do PSD, Rui Rio, assumiu que a renovação foi um dos objetivos da direção, rejeitando que tivessem sido excluídos todos os nomes que não apoiaram a sua campanha.

Leia Também: Cerca de 40% dos deputados do PSD eleitos em 2019 vão ficar fora da AR

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório