Meteorologia

  • 07 MAIO 2021
Tempo
23º
MIN 13º MÁX 24º

Edição

Autarca de Valongo defende candidatura "de âmbito nacional" no Porto

O presidente da Câmara de Valongo e candidato do PS nas eleições autárquicas deste ano, José Manuel Ribeiro, defendeu hoje que o partido deve ter no Porto uma candidatura vencedora de "âmbito nacional".

Autarca de Valongo defende candidatura "de âmbito nacional" no Porto
Notícias ao Minuto

11:31 - 17/04/21 por Lusa

Política Autárquicas

Esta posição foi assumida pelo autarca na reunião da Comissão Política Distrital do PS Porto, que se realizou na terça-feira à noite, e onde foram ratificados, por unanimidade, os nomes dos candidatos a 15 dos 18 concelhos do distrito.

De fora ficaram os concelhos da Maia, Gondomar (por ainda se não ter realizado a Comissão Política Concelhia) e Porto.

"Nós estamos à espera de uma candidatura de dimensão nacional que apareça como vencedora. Porquê? Porque precisamos de uma governação diferente na Câmara do Porto. Precisamos de um Porto aberto à Área Metropolitana", afirmou hoje, em declarações à Lusa.

Reiterando a posição que já havia defendido aquando da sua candidatura à Federação Distrital do PS Porto, em julho de 2020, José Manuel Ribeiro disse considerar que o concelho do Porto "é absolutamente central no contexto metropolitano.

"Não haverá quase nenhum dossier metropolitano que não passe pela Câmara do Porto, só isto é demonstrativo da importância do Governo da cidade, da importância que a Câmara do Porto tem para qualquer projeto metropolitano", disse.

Para o autarca que, foi derrotado por Manuel Pizarro nas eleições para a Distrital do PS Porto, o candidato à segunda maior autarquia do país, tem de ser "um homem ou uma mulher" que "tenha mundo" e que abra o Porto.

Ouvido pela Lusa, o presidente da Federação Distrital do PS Porto, Manuel Pizarro, disse estar confiante que, "como sempre aconteceu, o PS apresentará no Porto uma candidatura capaz de unir o PS, forte e com ambição vencedora".

E acrescentou: "É evidente que uma candidatura ao Porto é sempre uma candidatura de impacto nacional e o que temos de fazer é criar condições para que o diálogo produtivo, que está em curso entre os órgãos concelhios, distritais e nacionais, permita fazer essa escolha".

A imprensa avançou, em março, que o secretário-geral do PS, António Costa, podia ser forçado a intervir na escolha do candidato do PS à Câmara do Porto.

A concelhia e distrital estarão alinhadas no apoio ao eurodeputado Manuel Pizarro, que, a avançar, disputará a Câmara do Porto pela terceira vez.

O secretário-geral adjunto do PS, José Luís Carneiro, estará também a posicionar-se para disputar a presidência da segunda maior autarquia do país.

O deputado Tiago Barbosa Ribeiro e Rosário Gamboa são outros dos nomes apontados, pela imprensa, como possíveis candidatos socialistas ao Porto.

No dia 13 de abril, José Luís Carneiro, confrontado com a possibilidade de avançar com uma candidatura à Câmara do Porto e sobre alegadas divergências nas estruturas socialistas locais, considerou "especulativas" as notícias sobre disputas entre candidatos socialistas, dizendo que o partido apresentará "a seu tempo" uma candidatura que sirva a cidade.

À data, fonte da Comissão Política do PS referiu que o nome do candidato do partido a presidente da Câmara do Porto só será formalizado em maio, depois de concluído um trabalho de concertação política e de definição estratégica a realizar entre a direção nacional, por um lado, a concelhia e a federação do Porto, por outro lado.

A Câmara do Porto é liderada, desde 2013, pelo independente Rui Moreira, que ainda não confirmou a sua recandidatura às eleições autárquica deste outono, que têm de se realizar entre 22 de setembro e 14 de outubro de 2021.

Leia Também: Autárquicas: Deputado António Gameiro retira candidatura a Ourém

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório