Meteorologia

  • 27 FEVEREIRO 2021
Tempo
11º
MIN 11º MÁX 20º

Edição

De lábios pintados, Chico Buarque apoia Marisa: "Vermelho em Belém"

O artista brasileiro surge, num vídeo, com a companheira a apoiar a candidata presidencial Marisa Matias. O casal surge de lábios pintados.

De lábios pintados, Chico Buarque apoia Marisa: "Vermelho em Belém"

"Com Marisa, vermelho em Belém". Foram estas as palavras oferecidas pelo músico e compositor brasileiro Chico Buarque à candidata presidencial apoiada pelo Bloco de Esquerda (BE), Marisa Matias.

O apoio do artista foi expressado através de um vídeo, partilhado, esta segunda-feira, pela própria Marisa Matias, nas redes sociais, no qual Chico Buarque surge ao lado da companheira, Carol Proner, professora de Direitos Humanos da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Para além da referência à cor vermelha, o artista aparece ainda com um batom na mão e com os lábios pintados, tal como a sua companheira, apoiando claramente o movimento que surgiu, nos últimos dias, nas redes sociais, em defesa de Marisa Matias, após o candidato presidencial André Ventura ter comentado o facto da dirigente do BE ter os lábios pintados de vermelho. Na altura, o líder do Chega disse que Marisa Matias não estava "muito bem em termos de imagem, com aquele batom muito vermelho, como se fosse uma coisa de brincar".

Ainda na mesma publicação, a eurodeputada bloquista agradece a mensagem de Chico Buarque e acrescenta: "Cá chegou o teu cheirinho de Alecrim".

Minutos depois, o ex-líder do BE, Francisco Lousã, comentou o apoio manifestado pelo músico.

"O apoio a Marisa de uma jurista, referência da luta democrática no Brasil, e de um dos maiores músicos e escritores do nosso tempo. Com Marisa e um cheiro de alecrim, o vermelho em Belém", pode-se ler, na mensagem divulgada pelo bloquista, na sua página oficial do Facebook.

Não tardou para a coordenadora do BE, Catarina Martins, também não deixar passar o momento em branco: "Carol e Chico. Que enorme apoio", escreveu a dirigente também nas redes sociais.

As relações entre o músico brasileiro e Portugal sempre foram próximas, sendo que, no ano passado, Chico Buarque recebeu o Prémio Camões. O artista sempre foi uma figura pública politicamente ativa, tanto no Brasil como em Portugal, tendo chegado a compor a música 'Tanto mar', em 1975, para homenagear a queda da ditadura de Salazar.

Chico Buarque é apoiante do Partido dos Trabalhadores (PT), defensor do ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva e crítico do governo de Jair Bolsonaro.

Leia Também: "As mulheres não são coisas de brincar, são gente de lutar"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório