Meteorologia

  • 28 MAIO 2020
Tempo
31º
MIN 20º MÁX 33º

Edição

António Costa: Da fama de mau-feitio aos cocós de Lisboa

Aquele que é tido como o eterno futuro líder socialista, António Costa, abordou, no âmbito da iniciativa do Jornal de Negócios ‘Redação Aberta’, os mais variados temas. Interpelado sobre se cumprirá o segundo mandato à frente da autarquia de Lisboa até ao fim, questão tantas vezes levantada atendendo aos vaticínios que o colocam na sede do Rato, ou mesmo em Belém, Costa limita-se a comentar: “O meu médico não me disse nada”.

António Costa: Da fama de mau-feitio aos cocós de Lisboa

A 'Redação Aberta' do Jornal de Negócios, iniciativa daquela publicação que faz jus ao nome, lançou a pergunta: “Vai terminar o mandato na Câmara de Lisboa?”. A resposta foi: “O meu médico não me disse nada”. E da mesma forma bem-humorada, o autarca da capital assinalou que já era “presidente [da Câmara Municipal de Lisboa]”, quando confrontado com a hipótese de vir a ser Presidente [da República].

O tom informal de António Costa foi empregue ainda ao ser comparado com José Sócrates no que à fama de ter mau-feitio diz respeito. “É bom que as pessoas acreditem nisso. Poupa imenso trabalho acharem que se tem mau feitio”, ripostou o socialista.

E por falar em Sócrates, inquirido acerca do perfil presidencial do antigo primeiro-ministro, o munícipe comentou: "Se tem perfil? Ah, tem perfil para tudo. Duvido que queira. Acham que ele quer? Eu acho que não quer. Não creio que seja o género de atividade que entusiasme”.

António Costa, que chegou a ameaçar a liderança do atual secretário-geral do PS no ano passado, tendo depois recuado, escusou-se a tecer considerações sobre uma eventual demissão de António José Seguro caso o PS venha a perder as eleições europeias, uma vez que “só vale a pena raciocinar sobre cenários credíveis”, e reforçou: “Não é para mim um cenário credível o PS perder as eleições europeias”.

O autarca teve ainda uma palavra a dizer sobre uma das mais populares reclamações que recebe no seu gabinete: excesso de cocó de cães nas ruas. “Uma das grandes queixas das pessoas tem a ver com o cocó dos cães, e essa situação só tem uma solução que é as pessoas que passeiam os cãezinhos apanharem o cocó dos cãezinhos. Esta é a solução. Tudo o resto são remendos”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório