Meteorologia

  • 21 JANEIRO 2021
Tempo
14º
MIN 12º MÁX 16º

Edição

Vice da Câmara de Silves renuncia ao mandato por motivos de saúde

O vice-presidente da Câmara de Silves, Mário Godinho, renunciou ao cargo de vereador por motivos de saúde, sendo substituído a partir de hoje por Tiago Raposo, anunciou a autarquia.

Vice da Câmara de Silves renuncia ao mandato por motivos de saúde
Notícias ao Minuto

10:52 - 24/11/20 por Lusa

Política Mário Godinho

"Informamos que a composição do Executivo Municipal da Câmara Municipal de Silves, eleito para o período 2018-2021, foi alterada com a renúncia do seu vereador e vice-presidente Mário Godinho, por razões de saúde, sendo substituído por Tiago Raposo", adiantou a autarquia em comunicado.

A Câmara algarvia é liderada por Rosa Palma (CDU), que venceu as últimas eleições com maioria absoluta, ao obter quatro dos sete eleitos (com dois do PSD e um do PS) e o novo vice-presidente, Tiago Raposo, tinha sido o cabeça-de-lista da CDU pelo círculo de Faro nas últimas legislativas.

Mário Godinho renunciou às suas funções de autarca após 35 anos como presidente de Junta, vereador e vice-presidente da Câmara, para os quais foi eleito em 2013 e 2017, depois de sete mandatos consecutivos como presidente da Junta de Freguesia de Silves (1986-2013).

O município enalteceu o "extraordinário contributo dado por Mário Godinho à dignificação do poder local democrático, à valorização do projeto autárquico da CDU e à causa pública, ao longo de mais de três décadas.

A autarquia elogiou ainda a "solidez de caráter, o apego a valores e princípios, a generosidade, a clarividência na análise, a dedicação, honestidade e competência, a simplicidade e a relação de proximidade com as pessoas e instituições" que Mário Godinho demonstrou durante este período de mais de três décadas.

"A decisão, que agora se anuncia, prende-se com a saúde de Mário Godinho, incompatíveis com o desempenho destas funções com o grau e a exigência que a CDU coloca no desenvolvimento da sua intervenção autárquica", justificou, por seu turno, a comissão política concelhia de Silves da CDU.

A Câmara de Silves considerou ainda que a política fica órfã com um homem de "envergadura moral e têmpera" e espera poder ainda "contar com a experiência, a colaboração e os conselhos de Mário Godinho, ainda que noutros modos e ritmos".

Mário Godinho, de 67 anos, foi presidente da Junta de Freguesia de Silves durante 28 anos e assumia desde 2013 o cargo de vice-presidente da Câmara.

Também integrou a Direção da Organização Regional do Algarve do PCP e é membro da Comissão Concelhia de Silves do partido.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório