Meteorologia

  • 18 NOVEMBRO 2019
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

PAN quer colheita mecanizada de azeitona suspensa durante a noite

Partido Pessoas-Animais-Natureza propõe que Portugal siga o exemplo de Espanha que decidiu suspender a colheita de azeitona mecanizada durante o período da noite. Em causa está, tanto na Andaluzia como em Portugal, a morte de milhares de aves migratórias.

PAN quer colheita mecanizada de azeitona suspensa durante a noite
Notícias ao Minuto

21:07 - 23/10/19 por Melissa Lopes 

Política azeitona

O assunto não é novo. No final do ano passado, um relatório da junta de Andaluzia dava conta do impacto que a apanha noturna de azeitona por meios mecânicos tinha na avifauna local. Só naquela região de Espanha, entre 2017 e 2018, morreram mais de dois milhões e meio de aves por culpa desta prática.

Os números então divulgados comprovavam, sublinhou na ocasião a Quercus, "mais um dos grandes problemas ambientais causados pelas práticas do olival intensivo e superintensivo, que nas últimas décadas se tem instalado descontroladamente na Península Ibérica".

Em Portugal, desconhecendo-se números concretos, estima-se que morram milhares de aves a cada época. Tanto é que em apenas duas fiscalizações da GNR no Alentejo, na época passada, foram registadas centenas de aves mortas.

Espanha decidiu agora suspender a colheita mecanizada de azeitona, entre o por do sol e o amanhecer, até que seja elaborada uma avaliação independente do impacto ambiental que esta atividade exerce sobre a avifauna.

Na sequência de uma pergunta do PAN, em fevereiro do ano passado, o Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural informou que através do ICNF [Instituto de Conservação da Natureza e Florestas], “determinou a realização de um estudo e o acompanhamento desta situação, para avaliar potenciais impactes associados a esta prática de colheita” e que o estudo irá identificar a eventual necessidade de regulamentar a atividade “com vista a minorar o impacto desta prática na biodiversidade”.

Apesar disso, queixa-se o partido, numa altura em que se aproxima a nova época de apanha de azeitona, “não foi divulgado o estudo nem foi regulamentada a atividade o que resultará, certamente em impactos negativos na biodiversidade, tal como aconteceu na época passada”.

E assim sendo, o PAN informa que avançou para um requerimento ao Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural pedindo a suspensão da colheita mecanizada de azeitonas, na época de 2019/2020, entre o pôr-do-sol e o amanhecer, com base no princípio da prevenção, tal como fizeram os espanhóis.

Segundo declarações do presidente do ICNF à comunicação social, através de ações de fiscalização efetuadas a 25 cargas de azeitonas colhidas em 75 hectares, verificou-se a mortalidade de 480 aves, representando uma média de 6,4 aves mortas por hectare, recorda o PAN, acrescentando que se se extrapolar este valor para os 15 mil hectares de olival intensivo existentes, “esta atividade representa a morte de 96 mil aves migratórias anualmente”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório