Meteorologia

  • 24 NOVEMBRO 2020
Tempo
11º
MIN 9º MÁX 18º

Edição

Não aceitamos "cenários de maiorias absolutas de dois terços à Esquerda"

O CDS-PP escolheu a Fajã da Ovelha para a sua 'rentrée' em registo popular, no parque de lazer das Faias, numa das três freguesias lideradas pelo partido no concelho da Calheta, incluindo comício e almoço.

Não aceitamos "cenários de maiorias absolutas de dois terços à Esquerda"

Assunção Cristas dá o pontapé da saída à campanha política do CDS em Fajã da Ovelha, na Madeira

No discurso protagonizado há momentos, a líder do CDS reforçou por diversas vezes que 'Faz sentido votar no CDS', naquele que será um dos slogans do  partido nesta campanha.

"Faz sentido votar no CDS porque olhamos para o fio da nossa vida e temos medidas destinadas às pessoas em cada momento da sua vida, desde o momento em que nascem, até que começam a  estudar, ate ao momento em que trabalham, preparam a reforma, até ao momento em que chegam ao fim da vida com dignidade, com cuidados paliativos  e, já agora, sem eutanásia", disse.

Prosseguindo o seu discurso, Cristas afirmou ainda que "o país precisa de se equilibrar", motivo pelo qual o partido não aceita "cenários de maiorias absolutas de um só partido, nem de maiorias de dois terços à Esquerda".

"Isso não é próprio de um país que se quer desenvolvido, equilibrado, que faça sentido para todas as pessoas", disse, referindo que é preciso haver mais força "no centro e na Direita" e mais alternativas neste espaço político, para um país"centrado nas pessoas e não nas ideologias".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório