Meteorologia

  • 17 OUTUBRO 2019
Tempo
20º
MIN 18º MÁX 22º

Edição

Pardal Henriques é candidato a deputado pelo partido de Marinho e Pinto

Ao que tudo indica, o vice-presidente do Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas será cabeça de lista em Lisboa pelo Partido Democrático Republicano (PDR).

Pardal Henriques é candidato a deputado pelo partido de Marinho e Pinto
Notícias ao Minuto

08:32 - 08/08/19 por Filipa Matias Pereira 

Política Pardal Henriques

Pedro Pardal Henriques, advogado e vice-presidente do Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas, é candidato a deputado pelo partido de Marinho e Pinto. O porta-voz sindical será cabeça de lista em Lisboa pelo Partido Democrático Republicano (PDR).

A informação é avançada esta quinta-feira pelo Diário de Notícias, que dá ainda conta de que tanto Pardal Henriques como Marinho e Pinto recusaram desmentir ou confirmar a notícia, este último referindo que as listas ainda não estão definidas. O Notícias ao Minuto entrou em contacto com Pardal Henriques por forma a confirmar esta informação, mas sem êxito até ao momento.

Recorde-se que, no âmbito do pré-aviso de greve dos motoristas, Pardal Henriques teceu duras críticas ao Governo depois de terem sido decretados serviços mínimos que, em alguns casos, chegam aos 100%. "Dia 7 de agosto deveria ser feriado porque o que os senhores ministros acabaram de fazer foi retirar todos os direitos aos portugueses e aos trabalhadores”, revelou aos jornalistas.

O advogado mostrou-se indignado, assegurando inclusive que a situação "é uma vergonha". Esta foi, como garantiu, "a primeira vez" em que se sentiu "envergonhado de ser português”.

Ainda nesta quarta-feira o vice-presidente do Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas apresentou uma queixa-crime na Polícia Judiciária tendo como alvo grandes empresas de transporte de pesados, que estão acusadas de fraude fiscal.

Recorde-se que a greve dos motoristas que ameaça parar o país está agendada para a próxima segunda-feira, dia 12 de agosto. Há 374 bombas de combustível que integram a rede estratégica de postos de abastecimento (REPA) onde os serviços serão garantidos a 100%. Refira-se que 54 destes postos se destinam ao abastecimento de veículos prioritários ou equiparados, tais como ambulâncias e carros de bombeiros.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório