Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2019
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 18º

Edição

Deputado desmente Governo. "Apoio a concelhos ardidos não é como contam"

Duarte Marques aponta o dedo ao Executivo, em especial ao ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento.

Deputado desmente Governo. "Apoio a concelhos ardidos não é como contam"

O Governo fez saber, na segunda-feira, que vai disponibilizar 600 mil euros aos agricultores que viram as suas plantações destruídas pelo incêndio que, em julho, afetou os concelhos de Mação (Santarém), Vila de Rei e Sertã (Castelo Branco).

No entanto, o deputado do PSD, Duarte Marques, garante que os “apoios aos concelhos ardidos não é bem como contam”.

Numa nota publicada na sua conta do Twitter, o social-democrata explica que a ajuda anunciada pelo Governo “apenas apoia agricultores ‘empresários’ e mediante candidatura”.

Ou seja, "os agricultores de subsistência, o grosso dos afetados, não recebem nada ao contrário do que aconteceu em Pedrógão”.

Num comunicado divulgado ontem, o Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento anunciou ter sido publicado em Diário da República o despacho que reconhece o incêndio de julho nos concelhos de Vila de Rei e de Mação como catástrofe natural, razão pela qual estavam agora disponíveis 600 mil euros de ajudas aos agricultores afetados.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório