Meteorologia

  • 24 JUNHO 2019
Tempo
21º
MIN 19º MÁX 23º

Edição

Rangel poliglota no combate à abstenção na fronteira com Espanha

O cabeça de lista do PSD às eleições europeias, Paulo Rangel, começou o domingo de campanha em Valença, numa ação de rua em que apelou ao voto em português, em espanhol e até francês.

Rangel poliglota no combate à abstenção na fronteira com Espanha

"Espanhóis por todo o lado, é normal aqui", comentou Rangel, no início da iniciativa de rua junto à Câmara Municipal de Valença, na fronteira com Espanha, elegendo o combate à abstenção como uma prioridade nas europeias de 26 de maio.

"É preciso combater a abstenção e depois votar com atenção", disse Rangel, que meteu conversa com comerciantes, turistas e até com eleitores que não votam em Portugal.

A um grupo de turistas franceses, Rangel perguntou se estavam de passagem e perante a confirmação, respondeu "très bien" [muito bem], acrescentando ainda em francês que ficaria "muito contente se fossem votar" nas europeias.

Mais à frente, junto a uma igreja da qual saíam algumas pessoas, a comitiva laranja hesitou mas alguém disse, "vamos lá, campanha à moda antiga, à saída da missa".

Afinal não havia missa e o grupo, com cidadãos portugueses e espanhóis, estava em passeio para uma concentração dos conhecidos automóveis "carochas" no âmbito do "Encontro Ibérico Tui-Valença".

"Muy bien, escarabajos", riu Rangel, desejando "buenos dias".

A poucos quilómetros da fronteira com Espanha, as lojas do centro histórico, muitas de atoalhados e linhos, têm mais fregueses espanhóis do que portugueses, confessou uma lojista muito jovem que ia votar pela primeira vez.

"Tome uma caneta para votar nas eleições europeias, já só faltam oito dias", apelou Rangel.

Em declarações aos jornalistas, no final da iniciativa, Paulo Rangel frisou que "o aspeto mais importante das eleições europeias é a abstenção, uma questão democrática que está antes dos próprios partidos".

"Claro que queremos motivar as pessoas a votar no PSD mas é muito importante que os portugueses se mobilizem para votar nas europeias", acentuou.

Questionado sobre a participação do ex-líder do PSD Pedro Passos Coelho na campanha, prevista para segunda-feira, e da ex-ministra Manuela Ferreira Leite, Paulo Rangel disse que tem "o maior gosto" na presença de "rostos importantes do PSD".

No sábado, o dirigente socialista Miguel Alves afirmou que a participação do ex-primeiro-ministro Pedro Passos Coelho na campanha do PSD é o indício sobre a vontade de regresso ao poder da corrente dos "cortes".

De Valença, a caravana de Rangel seguiu para Viana do Castelo, onde algumas centenas de pessoas formaram, nas escadarias do Santuário de Santa Luzia, um coração com as cores da União Europeia, graças aos chapéus azuis e amarelos.

De chapéu azul, o candidato estava na primeira fila, atrás de duas crianças a tocar acordeão, e ia acompanhando a música com palmas.

"Agradeço terem feito este esforço enorme para darmos esta imagem positiva da Europa. O coração é não apenas o símbolo dos afetos, mas também o símbolo do Partido Popular Europeu, a nossa família política na União Europeia. É muito positivo que tenhamos conseguido fazer esta coreografia, aqui em Viana -- com o coração que é também o símbolo de Viana", enalteceu o candidato, numas breves palavras dirigidas aos participantes na iniciativa.

"É caso para dizer que Viana está no coração da Europa", acrescentou.

Em seguida, convidou todos para "um lanche de domingo, a que se chamaria um 'brunch' lá na União Europeia".

"Um piquenique à portuguesa, como nós dizemos", acabou por 'traduzir'.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório