Meteorologia

  • 17 JULHO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 19º

Edição

Maduro “ultrapassou tudo aquilo que seria minimamente aceitável”

A líder do CDS-PP comentou o apelo de Juan Guaidó à mobilização do povo para tirar Nicolás Maduro da liderança da Venezuela.

Maduro “ultrapassou tudo aquilo que seria minimamente aceitável”

Assunção Cristas já reagiu ao apelo de Juan Guaidó que, esta terça-feira, pediu ao povo venezuelano para sair às ruas e colocar um ponto final no regime liderado por Nicolás Maduro.

Ao ser abordada pelos jornalistas sobre esta questão, a líder do CDS-PP admitiu que ainda não estava a par do apelo do presidente autoproclamado da Venezuela. Contudo, Cristas quis reforçar a posição dos centristas quanto a esta questão.

“O que vos posso dizer em relação à Venezuela é aquilo que temos dito desde a primeira hora. Há um regime que chegou a todo o seu limite, que ultrapassou tudo aquilo que seria minimamente aceitável, com gravidade muito grande para toda a população, deixando ao abandono, à miséria e à fome uma população imensa”, começou por dizer a líder centrista.

Assunção Cristas relembrou ainda que, além de estar a colocar em causa a segurança e vida dos venezuelanos, o regime de Nicolás Maduro está a afetar cerca de “400 mil portugueses e luso-descendentes”.

Antes de terminar as suas declarações sobre a crise política e humanitária pela qual passa a Venezuela, garantiu que o CDS-PP continua a apoiar Juan Guaidó e a defender “eleições livres, num ambiente de liberdade e de segurança para virar a página a este regime sanguinário da Venezuela”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório