Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2019
Tempo
12º
MIN 12º MÁX 18º

Edição

Parlamento aprova audição de ministra e Conselho Diretivo da ADSE

A Comissão de Saúde aprovou hoje por unanimidade a audição da ministra da Saúde e do Conselho Diretivo da ADSE sobre "a ameaça" de interrupção da prestação de cuidados de saúde a beneficiários do subsistema, segundo o BE.

Parlamento aprova audição de ministra e Conselho Diretivo da ADSE
Notícias ao Minuto

11:35 - 13/02/19 por Lusa

Política Comissões

A audição foi pedida por requerimento do Bloco de Esquerda (BE) que pretende ouvir a ministra da Saúde, Marta Temido, o Conselho Diretivo da ADSE e o Conselho Geral e de Supervisão da ADSE sobre "a chantagem dos hospitais privados e ameaça de interrupção da prestação de cuidados de saúde a beneficiários do subsistema".

"Os principais grupos económicos a operar na área da saúde em Portugal ameaçaram acabar com os acordos que têm com a ADSE, obrigando os beneficiários do subsistema a pagar, à cabeça, a totalidade dos cuidados de saúde prestados nos hospitais privados", refere o BE.

"Estes são os mesmos grupos económicos - Luz Saúde, José Mello Saúde, Lusíadas, Trofa e Hospital Privado do Algarve - que entre 2015 e 2016 sobrefaturaram, indevida e abusivamente, 38,8 milhões de euros à ADSE", acrescenta.

Em causa está a eventual suspensão das convenções com a ADSE por parte de vários grupos privados de saúde, entre os quais o grupo José Mello Saúde (que gere os hospitais CUF) e a Luz Saúde.

Na comissão de Saúde de hoje foi ainda aprovado, por unanimidade, o requerimento do Bloco de Esquerda para uma audição de responsáveis da Autoridade do Medicamento (Infarmed) sobre ruturas de medicamentos em farmácias.

.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório