Meteorologia

  • 17 JULHO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 19º

Edição

“Ou queremos o país a colapsar, ou queremos o défice a reduzir”

Manuela Ferreira Leite acusou, esta quinta-feira, o Governo de apenas investir em “coisas novas” e esquecer de conservar aquilo que existe.

“Ou queremos o país a colapsar, ou queremos o défice a reduzir”

Manuela Ferreira Leite, no seu espaço de comentário político na TVI 24, teceu várias críticas ao modus operandi do Governo perante as infraestruturas.

Apesar do centro da questão ser a tragédia de Borba e a atribuição de responsabilidades da mesma, a antiga ministra das Finanças não tem dúvidas que o Executivo não dá a atenção que devia (e o investimento) ao que já está construído e diz mesmo que casos como o de Borba há muitos por todo o país.

“Nada foi feito, pura e simplesmente, porque para haver conservação das infraestruturas é necessário dinheiro e quando não há dinheiro, ou quando não se quer gastar em certas coisas, acontecem casos como este. O Executivo passou competência da manutenção daquela estrada para a Câmara Municipal, mas não lhe passou o dinheiro”, começou por dizer a social-democrata.

Para Manuela Ferreira Leite, o Governo está mais preocupado em “comprar coisas novas” do que em conservar o que já existe.

“O investimento não é simplesmente comprar coisas novas, o investimento é também conservar aquilo que existe. Nós vemos em todos os equipamentos do país que há uma degradação. Não se tem feito a manutenção dos equipamentos que existem”, explica.

Na opinião da ex-governante, António Costa e o seu Executivo estão focados em “conseguir resultados extraordinários em questão orçamental” a todo o custo.

“O ministro Pedro Marques disse ter uma data de milhões consignados [para infraestruturas} e eu admito que isso seja verdade, o problema é que tem adjudicados mas não os pode gastar porque o ministro das Finanças não vai deixar. E é aí que temos de tomar uma opção. Ou queremos o país a colapsar ou queremos o défice a reduzir, não temos grande hipótese de ter as duas coisas”, acusou Ferreira Leite acrescentando que é “fácil anunciar milhões quando não os vamos gastar”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório