Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Feitas as contas, "o que a Madonna vai pagar é uma anedota"

A cantora irá pagar cerca de dois euros diários pelo estacionamento de cada um dos 15 carros. Este foi um tema debatido por Miguel Sousa Tavares no seu habitual espaço de comentário na antena da SIC.

Feitas as contas, "o que a Madonna vai pagar é uma anedota"

A Câmara Municipal de Lisboa já divulgou o contrato assinado com Madonna relativamente à cedência de 15 lugares de estacionamento e onde se prevê o pagamento de 720 euros mensais. O acordo, diz a Câmara, pode terminar a qualquer altura, já que a cedência é a título muito precário.

Desde então, partidos políticos exigem que seja avaliada a legalidade do referido contrato, sobretudo porque a autarquia diz ter celebrado cerca de outros 20 em condições semelhantes. A oposição tem tecido duras críticas a Fernando Medina e há ainda 'memes' nas redes sociais a respeito do tema. 

Por outro lado, os mais ‘afetados’ com este contrato são os moradores da Rua das Janelas Verdes, que pedem explicações ao presidente da Câmara de Lisboa.

Se por um lado Miguel Sousa Tavares se sente lisonjeado com o facto de Madonna ter escolhido Lisboa para viver, o comentador da SIC já se “indigna um bocadinho” que estrangeiros beneficiem de leis de exceção, por exemplo em matéria fiscal, “como é caso de reformados franceses”.

Feitas as contas, “o que a Madonna vai pagar é uma anedota por parte de uma Câmara que praticamente taxou tudo o que era lugar para estacionar na cidade”. A cantora irá pagar cerca de dois euros diários por cada um dos 15 carros, mas, recorda Sousa Tavares, “esse é o valor que pagamos por uma hora de estacionamento na zona vermelha. É uma anedota”.

É caso para dizer, prossegue, “também quero um contrato igual ao da Madonna, e não tenho 15 carros. Mas mais extraordinário ainda é que se tenha pedido ao Museu Nacional de Arte Antiga que emprestasse o seu parque de estacionamento para os 15 carros da Madonna. É evidente que acho isto um abuso”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório