Meteorologia

  • 29 FEVEREIRO 2024
Tempo
16º
MIN 11º MÁX 16º

Inspectora da PJ suspeita de homicídio sai em liberdade

A inspectora da Polícia Judiciária que está acusada de ser a autora do homicídio da avó do marido foi esta sexta-feira libertada, avança o Diário de Notícias. A juíza de instrução criminal validou e deu seguimento à proposta de libertação apresentada pelo Departamento de Investigação e Acção Penal de Coimbra.

Inspectora da PJ suspeita de homicídio sai em liberdade
Notícias ao Minuto

09:50 - 18/05/13 por Notícias Ao Minuto

País Justiça

O tribunal libertou a inspectora da Polícia Judiciária que é suspeita de ter executado a avó do marido com 13 tiros. Tendo em conta que se aproximava a revisão periódica da medida de coacção que tinha sido aplicada a Ana Saltão – prisão preventiva – o Departamento de Investigação e Acção Penal sugeriu ao tribunal que fosse aplicada agora à inspectora a obrigatoriedade de apresentações mensais às autoridades.

De acordo com o Diário de Notícias, Ana Saltão, que apesar de estar suspensa de funções continua a receber o salário, foi libertada cerca das 20h00. A inspectora, que optou sempre por manter o silêncio, decidiu agora pronunciar-se declarando-se inocente.

O crime, cuja motivação não foi ainda esclarecida, ocorreu em Novembro do ano passado. Segundo a acusação, a inspectora da PJ terá disparado 13 tiros contra a avó do marido. A arma do crime terá sido furtada das instalações da Judiciária do Porto.

Recomendados para si

;
Campo obrigatório