Reis de Espanha terminam hoje visita de Estado a Portugal

Os reis de Espanha terminam hoje uma visita de Estado de três dias a Portugal, com um discurso de Filipe VI na Assembleia da República e uma visita à Fundação Champalimaud.

© DR
País Diplomacia

Depois de passarem pelo Porto e Guimarães, os reis de Espanha, Filipe VI e Letizia, chegaram na terça-feira à tarde a Lisboa, onde foram recebidos nos Paços do Concelho e lhes foi oferecido um jantar pelo primeiro-ministro, António Costa, no Palácio das Necessidades.

PUB

Na manhã do último dia da visita, os reis de Espanha são recebidos na Assembleia da República, para uma sessão solene realizada a propósito da visita e na qual Filipe VI discursará.

De acordo com o cerimonial da sessão solene divulgada pelo parlamento português, Filipe VI discursará, assim como o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues.

Em democracia, oito chefes de Estado estrangeiros discursaram na Assembleia da República, um dos quais o pai de Filipe VI, o rei Juan Carlos, em 2000.

O último chefe de Estado estrangeiro a falar numa sessão solene no parlamento foi o Presidente de Moçambique Armando Guebuza, em 2010.

A lista de chefes de Estado estrangeiros a discursar em sessões solenes no parlamento português, em democracia, privilegia as relações lusófonas, com o antigo Presidente do Brasil Fernando Henrique Cardoso e o antigo Presidente de Moçambique Joaquim Chissano a bisarem a honra, de acordo com a divisão de Protocolo do parlamento: Fernando Henrique Cardoso discursou em 1995 e em 2000 e Joaquim Chissano em 1999 e 2004.

De acordo com a informação da Assembleia da República enviada à agência Lusa, a lista inclui também o Presidente francês Jacques Chirac, em 1999, no mesmo ano, o Presidente do Conselho Nacional da Resistência Timorense Xanana Gusmão, que ainda não era chefe de Estado, o Presidente da República de Itália Carlo Azeglio Ciampi, em 2001, e o Presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva, em 2003.

Os monarcas seguem depois para a residência do embaixador de Espanha em Lisboa, no Palácio de Palhavã, na Praça de Espanha, para uma receção com a comunidade espanhola residente em Portugal.

A visita termina com a deslocação de Filipe VI e Letizia à Fundação Champalimaud, na qual estarão acompanhados pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

A última vez que os reis de Espanha visitaram Portugal foi em julho de 2014, na primeira visita oficial enquanto monarcas do país vizinho, a segunda deslocação internacional depois da proclamação de Filipe VI, cerca de um mês antes. A primeira tinha sido ao Vaticano.

Também o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, efetuou a primeira deslocação oficial após tomar posse ao Vaticano e a Espanha, só que o chefe de Estado português fê-lo uma semana após jurar a Constituição Portuguesa e realizou as duas visitas no mesmo dia.

Filipe VI esteve presente na tomada de posse de Marcelo, que quando esteve em Madrid convidou os reis de Espanha a visitar Portugal.

Os dois chefes de Estado encontraram-se pela última vez em setembro em Nova Iorque, na sede das Nações Unidas, onde se encontravam para participar na 71.ª sessão da Assembleia Geral da ONU.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS