Meteorologia

  • 13 JULHO 2024
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 25º

Ficou em casa? Há festa em Lisboa e marchas descem a Avenida da Liberdade

O desfile tradicional das Marchas Populares, que este ano tem o rio Tejo como tema central, arrancou pelas 21h00.

Notícias ao Minuto

22:28 - 12/06/24 por Notícias ao Minuto com Lusa

País Lisboa

Depois de um dia marcado pelos casamentos ‘abençoados’ pelo santo padroeiro de Lisboa, a capital deu as boas-vindas ao desfile das Marchas Populares na Avenida da Liberdade, que se iniciou pelas 21h00.

"Tudo preparado para descer a Avenida! Que comecem as Marchas Populares de Lisboa!", escreveu a Câmara Municipal, na rede social Facebook.

A autarquia incluiu na publicação um vídeo do grupo dos Olivais, ao qual poderá aceder na galeria acima.

É que, recorde-se, o principal dia das festas da cidade de Lisboa, que celebra o feriado municipal de Santo António na quinta-feira, teve início com o enlace de 15 casais de 10 freguesias lisboetas, cinco dos quais ocorreram numa cerimónia civil, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, às 11h30, e 10 na cerimónia religiosa, na Sé de Lisboa, a partir das 14h00.

Ao cair da noite, a Avenida da Liberdade voltou a encher-se de música e de cor, tendo o rio Tejo como tema central das tradicionais marchas. Os vários grupos interpretaram ainda o tema 'Tejo', com letra de Flávio Gil e música de João Paulo Soares.

Com centenas de participantes, são 20 os grupos a concurso dos bairros dos Olivais, Alfama, Baixa, Santa Engrácia, Carnide, Castelo, Bela-Flor Campolide, Alcântara, Bica (que venceu o desfile de 2023), Madragoa, São Vicente, Bairro da Boavista, Bairro Alto, Graça, Alto do Pina, Belém, Marvila, Penha de França, Mouraria e Lumiar.

A abertura das marchas foi feita por dois 'dragões' especialmente concebidos para a ocasião, comemorativa do 25.º aniversário do estabelecimento da Região Administrativa Especial de Macau.

No início do desfile, tal como anos anteriores, desceram a Avenida três marchas extraconcurso, nomeadamente a marcha infantil de ‘A Voz do Operário’, a marcha dos Mercados e a marcha da Santa Casa. Segundo a entidade organizadora, houve ainda uma convidada, a Marcha Infantil das Escolas de Lisboa, composta por 42 crianças, a que se juntam os Noivos de Santo António.

O trânsito está cortado na Avenida da Liberdade desde as 18h00 de hoje, havendo condicionamentos de trânsito por várias zonas centrais da cidade, devido aos festejos.

As Marchas Populares de Lisboa são este ano candidatas a integrar a lista nacional de património cultural imaterial, com o objetivo de reconhecimento histórico e também de preservação desta tradição popular. A candidatura é promovida pela Associação das Coletividades do Concelho de Lisboa (ACCL), com o apoio das 28 coletividades da cidade que anualmente preparam e apresentam as marchas.

As Festas de Lisboa tiveram início no final de maio e vão decorrer até ao final deste mês, encerrando com dois espetáculos no Terreiro do Paço, a 29 e 30 de junho.

[Notícia atualizada às 22h42]

Leia Também: Dos casamentos às marchas, Santo António espalha cor e brilho em Lisboa

Recomendados para si

;
Campo obrigatório