Meteorologia

  • 25 MAIO 2019
Tempo
21º
MIN 19º MÁX 23º

Edição

Tribunais perdem dez vezes mais tempo com crimes de corrupção

Em Portugal, os crimes de corrupção e fraude demoram dez vezes mais tempo a ser resolvidos que outro género de crimes, refere o Diário de Notícias.

Tribunais perdem dez vezes mais tempo com crimes de corrupção
Notícias ao Minuto

07:44 - 31/07/14 por Notícias Ao Minuto 

País Justiça

De acordo com o relatório Semestral da Procuradoria-Geral da Distrital de Lisboa, realizado por Francisca van Dunem, a justiça portuguesa demora em média “dois anos, oito meses e 16 dias” a resolver crimes de tráfico de influências, peculato, corrupção ativa, passiva ou fraudes bancárias. Isto significa que perde 10 vezes mais tempo com estes crimes do que com a média de outros crimes, que levam cerca de três meses e um dia a resolver.

Segundo o documento, foram 53 os inquéritos investigados sobre este tipo de crime no ano passado, o que representa um aumento de 23 casos em comparação com o ano anterior.

Quanto ao valor ganho com estes processos, o Ministério Público amealhou 12 milhões de euros (em 2012, tinha conseguido 1,3 milhões).

Para o procurador-geral adjunto da procuradoria distrital de Lisboa, José António Branco, isto serve “para destroçar o mito de que nunca nada acontece a quem pratica este tipo de crime”, embora também admita que há “problemas a resolver”.

A distrital de Lisboa teve este ano 97.612 processos em mão, cabendo a cada procurador cerca de 148 processos. Registaram-se, portanto, menos 8.200 crimes que em 2012, sendo que a maioria dos casos (62%) foram resolvidos antes de chegarem a tribunal, através, por exemplo, do pagamento de multas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório