Meteorologia

  • 18 MAIO 2024
Tempo
19º
MIN 13º MÁX 20º

IGCP coloca 1.580 milhões em dívida a três e a 11 meses

Portugal colocou hoje 1.580 milhões de euros, acima do montante máximo indicativo, em Bilhetes do Tesouro (BT) a três e a 11 meses a taxas de juros médias respetivamente de 3,769% e 3,457%, foi hoje anunciado.

IGCP coloca 1.580 milhões em dívida a três e a 11 meses
Notícias ao Minuto

10:56 - 17/04/24 por Lusa

Economia IGCP

Segundo a página do IGCP - Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública na agência Bloomberg, no prazo de três meses foram colocados 735 milhões de euros à taxa de juro média de 3,769% e a procura atingiu 1.560 milhões de euros, 2,12 vezes o montante colocado.

Este leilão de BT a três meses foi o primeiro deste ano com esta maturidade.

A 12 meses, Portugal colocou hoje 845 milhões de euros à taxa média de 3,457%, superior à registada no anterior leilão de BT com esta maturidade realizado em 21 de fevereiro (3,436%). A procura totalizou 2.115 milhões de euros, 2,5 vezes o montante colocado.

Em 21 de fevereiro, a 11 meses foram colocados 500 milhões de euros à taxa de juro média de 3,436% e a procura atingiu 1.941 milhões de euros, 3,88 vezes o montante colocado.

Comentando o leilão de hoje, Filipe Silva, diretor de Investimentos do Banco Carregosa, afirma que se continua "num regime de curva invertida em taxas de juro, o que faz com que as taxas de curto prazo sejam superiores às de longo prazo, motivo pelo qual o leilão de três meses tem uma taxa superior à de 11 meses, sublinhado que "o prémio de risco nacional tem vindo a estar alinhado com os movimentos das restantes dívidas soberanas 'core'".

"O Banco Central Europeu deverá iniciar o processo de descida de taxas de juro em junho, uma vez que os dados económicos estão a ir de acordo com as suas expectativas", afirma o responsável do Banco Carregosa, indicando que "se a tendência se mantiver, é provável que se assista a uma descida dos prémios de risco da dívida de curto prazo, não só de Portugal mas também dos restantes países da zona euro".

Para hoje o IGCP tinha anunciado um leilão duplo de BT a três e 11 meses, com um montante indicativo global entre 1.250 milhões e 1.500 milhões de euros.

O IGCP - Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública precisou que os BT leiloados hoje vencem em 19 de julho (três meses) e em 21 de março de 2025 (11 meses).

Leia Também: Schmidt aposta em duas promessas na preparação do Benfica para Marselha

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório