Meteorologia

  • 20 ABRIL 2024
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 22º

Mau tempo obriga a Corte na Avenida D. Carlos I no Porto até terça-feira

O corte de trânsito na Avenida D. Carlos I, no Porto, foi prolongado pela segunda vez esta semana devido ao mau tempo, ficando a via encerrada à circulação até terça-feira, anunciou hoje a câmara municipal.

Mau tempo obriga a Corte na Avenida D. Carlos I no Porto até terça-feira
Notícias ao Minuto

16:22 - 25/02/24 por Lusa

País Porto

"Por precaução e para salvaguarda da segurança de pessoas e bens, a circulação automóvel e pedonal na Avenida de Dom Carlos I, na zona da barra do Douro, continuará interrompida", pode ler-se numa nota publicada hoje no 'site' da Câmara do Porto.

Segundo a autarquia, "o trânsito na Avenida D. Carlos I será restabelecido logo que as condições do mar o permitam, sendo efetuada uma reavaliação da situação durante o dia 27", terça-feira.

Na quinta-feira, a Câmara do Porto já tinha prolongado até hoje o período em que a circulação automóvel e pedonal na Avenida de D. Carlos I estaria interrompida devido à forte agitação marítima, vedando também os acessos às praias.

A circulação naquela zona encontra-se interrompida desde as 20:00 de quarta-feira, e num primeiro momento o corte esteve previsto apenas até sábado.

A Proteção Civil municipal recorda que, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), estão previstos períodos de chuva, por vezes forte, entre as 12 e as 18 horas de hoje, estando ativo o Aviso Amarelo.

"Quanto ao vento, são esperadas rajadas até 70 km/h, entre as 12 e as 18 horas de hoje e também amanhã, segunda-feira, dia 26, entre as 09 e as 21 horas, com rajadas até 85 km/h (Aviso Amarelo)", pode também ler-se na nota da autarquia.

Já no que diz respeito à agitação marítima, o Porto "encontra-se com Aviso Laranja emitido devido à previsão de ondas de noroeste com cinco a seis metros, podendo atingir a altura máxima de 11 metros, entre as 06 horas de dia 26 e as 03 horas de dia 27 de fevereiro, terça-feira".

"Face às previsões do IPMA, é expectável o aumento do risco de galgamentos costeiros durante os períodos de preia-mar", recomendando a Proteção Civil municipal que a população tome as "necessárias medidas preventivas e de proteção e a adoção de comportamentos adequados que permitam minimizar o risco existente".

Em causa estão o respeito pelos perímetros de segurança estabelecidos junto da orla costeira e acesso aos molhes e praias, cuidado ao circular junto da orla costeira e zonas ribeirinhas, ou prática de atividades relacionadas com o mar, como pesca desportiva, desportos náuticos ou passeios à beira-mar.

Evitar estacionar veículos junto da costa e em zonas mais vulneráveis a galgamentos costeiros é outra das recomendações, assim como a especial atenção dos avisos emitidos pelo IPMA.

Leia Também: Última semana de fevereiro com chuva e "descida acentuada" de temperatura

Recomendados para si

;
Campo obrigatório