Meteorologia

  • 23 ABRIL 2024
Tempo
16º
MIN 13º MÁX 24º

Prisão preventiva por crime contra a mãe em Angra do Heroísmo

Um homem de 41 anos, detido por suspeita de violência doméstica contra a mãe, ficou em prisão preventiva em Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, adiantou hoje o Comando Regional da PSP dos Açores.

Prisão preventiva por crime contra a mãe em Angra do Heroísmo
Notícias ao Minuto

13:57 - 19/01/24 por Lusa

País Violência doméstica

Em comunicado, a PSP explicou que a Divisão Policial de Angra do Heroísmo deteve, na segunda-feira, o suspeito "pela presumível prática do crime de violência doméstica contra a sua progenitora, de 80 anos".

Segundo a PSP, a detenção ocorreu "no seguimento de um pedido de comunicação via Centro de Comando e Controlo, com a notícia de desavenças familiares".

Uma vez no local, "os polícias da Esquadra de Angra do Heroísmo, vislumbraram a vítima à janela da sua residência, em enorme estado de nervosismo e a pedir auxílio à polícia", tendo informado que "tem sido alvo de vários episódios de violência cometidos" pelo suspeito, acrescentou.

No interior da residência, o detido "começou a proferir diversas expressões ameaçadoras e agressivas contra a polícia", tendo-se barricado na cozinha, munido com um martelo e ameaçando os agentes.

No decurso da intervenção policial, após alguma resistência, o homem "acabou por ser algemado e detido em flagrante delito".

A PSP refere no comunicado que a vítima "vivia num quadro de especial censurabilidade por se tratar de pessoa especialmente fragilizada, não só pela sua idade avançada mas, sobretudo, pelos seus graves problemas de saúde".

A mulher vivia "em condições indignas", no piso superior da casa e sem acesso ao piso inferior, que era ocupado pelo suspeito, "uma vez que o mesmo havia obstruído a saída com mobília e evitava qualquer contacto com a sua mãe", de acordo com a PSP.

O detido foi presente à autoridade judiciária competente que lhe aplicou a medida de coação mais gravosa, a prisão preventiva.

Leia Também: PSP detém 18 pessoas em Aveiro (maior parte sob influência de álcool)

Recomendados para si

;
Campo obrigatório