Meteorologia

  • 22 ABRIL 2024
Tempo
19º
MIN 14º MÁX 27º

Junho despede-se com calor. Julho deverá ser mais quente que o habitual

A temperatura máxima poderá situar-se entre 0,5ºC e 1ºC acima da média de referência.

Junho despede-se com calor. Julho deverá ser mais quente que o habitual
Notícias ao Minuto

09:33 - 30/06/23 por Notícias ao Minuto

País Meteored

O mês de julho, que amanhã se inicia, deverá ser mais quente do que o habitual, mas sem atingir os valores extremos do ano passado, de acordo com a previsão da Meteored Portugal.

A temperatura máxima poderá situar-se entre 0,5ºC e 1ºC acima da média climatológica de referência em grande parte do território continental.

De acordo com um comunicado enviado ao Notícias ao Minuto, a Meteored explica que, mesmo assim, prevê-se uma anomalia térmica positiva ligeiramente maior - entre 1ºC e 1,5ºC - para as regiões do país "correspondentes à parte mais setentrional do distrito de Viana do Castelo, ao Nordeste Transmontano, a pequenas áreas dos distritos de Viseu e Vila Real, à faixa do litoral entre o Porto e Melides (distrito de Setúbal) e à totalidade ou quase totalidade do Alentejo e dos distritos de Lisboa e Santarém".

Apesar de não estar previsto calor tão extremo como em julho de 2022, a ocorrência de uma onda de calor não está descartada. Não se antecipa que isso aconteça nas próximas duas semanas, dado que a previsão aponta para temperaturas próprias da época estival em praticamente todo o país, mas a segunda quinzena poderá trazer um episódio de calor intenso ou prolongado, com valores entre 1ºC e 3ºC acima da média climatológica em Portugal continental, Açores e Madeira. 

Por outro lado, há também a possibilidade da formação de um bloqueio anticiclónico em redor da Escandinávia, o que resultaria "num padrão meteorológico semelhante ao da segunda quinzena de maio e primeiras semanas de junho".

Quanto à chuva, não há previsão de anomalias significativas.

O mês de julho arranca com Évora, Beja e Setúbal sob aviso amarelo por causa do tempo quente. O aviso estará em vigor entre as 12 horas e as 18 horas de sábado nestes três distritos. 

Antes disso, esta sexta-feira, Faro e a costa sul da ilha da Madeira estão sob aviso, também por causa do tempo quente, segundo o Instituto do Mar e da Atmosfera.

Hoje, as temperaturas máximas deverão rondar os 30º graus na generalidade do território, podendo chegar aos 36º em Beja. As mínimas esperadas variam entre os 11º graus em Bragança e os 21º em Portalegre.

Leia Também: Cerca de 30 concelhos de cinco distritos em perigo máximo de incêndio

Recomendados para si

;
Campo obrigatório