Meteorologia

  • 05 MARçO 2024
Tempo
MIN 8º MÁX 16º

Burlas na área do Comando de Braga da PSP duplicaram desde 2019

As burlas na área tutelada pelo Comando de Braga da PSP registaram, em 2022, um aumento de 102% relativamente a 2019, último ano pré-pandemia, anunciou hoje aquela força.

Burlas na área do Comando de Braga da PSP duplicaram desde 2019
Notícias ao Minuto

10:58 - 30/05/23 por Lusa

País Autoridade

Em comunicado, a PSP acrescenta que "a grande maioria" das burlas foi cometida através de meios digitais.

Num balanço da atividade de 2022, na véspera da celebração do seu 146.º aniversário, e sempre comparando com 2019, aquele Comando sublinha que a criminalidade violenta ou grave na sua área registou um decréscimo de cerca de 33%.

Em comunicado, a PSP especifica que os crimes praticados contra pessoas diminuíram 8%, sendo de destacar a redução em 13% do crime de violência doméstica.

Os crimes de roubo e furto também diminuíram 44% e 3%, respetivamente.

Por outro lado, o registo de crimes de ameaça e coação aumentou cerca de 7%.

Segundo a PSP, verificou-se um aumento de 3% do registo de crimes contra o património, "muito impulsionado pelo grande aumento" das burlas.

Em 2022, a criminalidade geral aumentou 1,8% (mais 97 crimes), "como consequência do número crescente das detenções".

"Caso contrário, registaríamos uma diminuição de 3,2%", frisa o comunicado.

As detenções aumentaram 41%, o que corresponde a mais 237 do que em 2019.

No âmbito do licenciamento e fiscalização de explosivos, armas e munições, foram apreendidas e entregues para destruição cerca de 1.300 armas de fogo.

A PSP de Braga tem a seu cargo uma área territorial de cerca de 89,4 quilómetros quadrados, que compreende as cidades de Braga, Guimarães, Vila Nova de Famalicão e Barcelos.

Nessa área, residem cerca mais de 234 mil habitantes.

Leia Também: Atenção, burla! GNR explica modus operandi (e como manter-se seguro)

Recomendados para si

;
Campo obrigatório