Meteorologia

  • 21 FEVEREIRO 2024
Tempo
15º
MIN 10º MÁX 20º

Atenção, burla! GNR explica modus operandi (e como manter-se seguro)

"Os suspeitos de burlas tentam ganhar a confiança das vítimas", explicam os militares no Facebook, onde também deixam recomendações aos portugueses para se saberem 'defender'.

Atenção, burla! GNR explica modus operandi (e como manter-se seguro)
Notícias ao Minuto

15:22 - 16/05/23 por Notícias ao Minuto

País Burla

A Guarda Nacional Republicana (GNR) recordou, esta terça-feira, qual o modus operandi de alguns 'tipos' de burlões e deixou conselhos aos cidadãos sobre o que fazer para se manterem a salvo.

"Os suspeitos de burlas tentam ganhar a confiança das vítimas, fazendo-se passar por funcionários de instituições ou serviços, como por exemplo Segurança Social, Bancos, CTT, EDP, entre outros, ou de profissionais relacionados com saúde ou com a segurança", adiantam os militares numa publicação hoje colocada na rede social Facebook. 

Assim, e nestas situações, a GNR aconselha:

  • "Coloque um óculo e uma corrente de segurança na sua porta;
  • Tente sempre saber com quem está a falar antes de abrir a porta;
  • Tente ver pela janela quem está à porta, se possível;
  • Não demonstre estar sozinho, mesmo que não esteja ninguém em casa, chame por um familiar próximo, isso afasta qualquer burlão;
  • Tenha sempre à mão os números de telefone das autoridades policiais, familiares, amigos e conhecidos de confiança, para poder contactar em caso de urgência;
  • Não confie em estranhos bem falantes ou cheio de boas intenções, nem forneça qualquer informação;
  • Não forneça a sua documentação ou assine qualquer tipo de documento, informe a pessoa que o fará na respetiva instituição;
  • Verifique sempre o nome e fotografia da identificação que lhe apresentam, pois normalmente os funcionários da Água, Luz, CTT, Segurança Social e Bancos estão bem identificados e normalmente são seus conhecidos;
  • Não deixe entrar pessoas suspeitas ou desconhecidas, sem ter a certeza de quem são". 

Por fim, a GNR pede ainda ajuda aos portugueses para "passar esta mensagem aos pais, avós, vizinhos!" "Partilhe nas redes sociais ou ligue-lhes!", vincam. 

Leia Também: Homem apanhado com mais de 6 mil doses de droga em Beja

Recomendados para si

;
Campo obrigatório