Meteorologia

  • 07 FEVEREIRO 2023
Tempo
MIN 6º MÁX 13º

Mau tempo. Várias ocorrências durante a noite, mas sem gravidade

A Autoridade Nacional e de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) registou algumas ocorrências durante a noite relacionadas com o mau tempo, mas sem gravidade a maioria das quais inundações e limpezas de via.

Mau tempo. Várias ocorrências durante a noite, mas sem gravidade
Notícias ao Minuto

07:23 - 09/12/22 por Lusa

País Cheias

Contactada pela Lusa fonte da ANEPC disse não ter "havido durante a noite ocorrências com gravidade".

De acordo com a página oficial da ANEPC, pelas 06h50 estavam ativas 25 ocorrências relacionadas com meteorologia adversa, mobilizando um total de 81 operacionais e 36 meios.

Das 25 ocorrências ativas, 10 eram em Lisboa, cinco em Évora, cinco em Portalegre, duas em Aveiro, uma em Santarém e uma em Castelo Branco.

A maioria das ocorrências estava relacionada com inundação de estruturas ou superfícies e limpezas de via e sinalização de perigo.

Contactada pela Lusa fonte do Regimento Sapadores de Bombeiros de Lisboa remeteu para depois das 08:00 informações sobre ocorrência durante a noite.

Os distritos de Évora, Faro, Setúbal, Santarém, Lisboa e Leiria estão sob aviso laranja até às 9h desta sexta-feira, passando depois a amarelo devido à previsão de chuva por vezes forte, podendo ser acompanhada de trovoada e de rajadas fortes de vento.

Os restantes distritos mantém-se sob aviso amarelo também por causa da previsão meteorológica de chuva e vento fortes e trovoada.

Na capital, a Câmara Municipal de Lisboa apelou na quinta-feira à população para evitar saídas de casa durante a noite, exceto "em situações de absoluta necessidade", devido ao aviso laranja de precipitação, sublinhando que se evite toda a zona ribeirinha da cidade, a zona baixa de Alcântara, a Praça de Espanha, a Avenida 24 de Julho, a Avenida Gago Coutinho e todos os túneis e infraestruturas subterrâneas da cidade.

Também na quinta-feira, a ANEPC alertou que o mau tempo poderia levar, esta madrugada, à ocorrência de inundações em zonas urbanas (por acumulação de águas pluviais por obstrução dos sistemas de escoamento), cheias (potenciadas pelo transbordo do leito de alguns cursos de água), deslizamentos ou derrocadas (motivados pela infiltração da água), arrastamento para as vias rodoviárias de objetos soltos e a formação de lençóis de água ou piso escorregadio.

Leia Também: Cheias em Lisboa. Quando Câmara acionou protocolo, era "tarde demais"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório