Meteorologia

  • 07 FEVEREIRO 2023
Tempo
MIN 6º MÁX 13º

"Cenário provável". Anticiclone poderá 'gelar' Portugal neste inverno

É um fenómeno que pode acontecer entre dezembro e fevereiro, mas que não está previsto para breve.

"Cenário provável". Anticiclone poderá 'gelar' Portugal neste inverno

É apenas um "cenário provável", mas pode efetivamente vir a acontecer. Um "anticiclone com localização na Europa Central", mais concretamente na região siberiana da Rússia, pode fazer com que uma corrente de ar "mais frio e seco" se estenda a outros locais da Europa, como Portugal, ao longo do inverno meteorológico (que começa já a 1 de dezembro).

A explicação foi dada ao Notícias ao Minuto por Patrícia Gomes, técnica  responsável pela realização de previsões para o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). 

Em causa está um fenómeno que não é, de todo, "anormal", e que pode trazer uma descida acentuada das temperaturas a vários países europeus, embora seja o "norte da Europa que vai sofrer mais" com este fenómeno, explicou a previsora.

Mas apesar das previsões alertarem para esta possibilidade, ainda não é ainda possível determinar com certezas se a temperatura "este ano vai diminuir mais do que o normal", referiu Patrícia Gomes.

Aliás, as previsões do IPMA para as próximas quatro semanas apontam, até, para um cenário diferente. Citando a mais recente previsão mensal do instituto meteorológico, prevê-se uma "anomalia positiva" no que toca a temperaturas - ou seja, valores "ligeiramente acima" do expectável para esta altura do ano.

Porém, apesar de não se prever as consequências deste anticiclone "para o início do inverno" em Portugal, a verdade é que o "inverno são três meses" e, por isso, o melhor é esperar para ver se esta corrente de ar "mais frio e seco" vai, ou não, chegar a território nacional ao longo dos próximos meses.

Então mas o que podemos esperar da meteorologia para os próximos 10 dias? De acordo com as previsões disponíveis de momento, destacou a mesma fonte ao Notícias ao Minuto, na terça-feira deverá ocorrer uma "pequena descida da temperatura mínima", embora no dia 1, quinta-feira, se preveja que os valores comecem a "subir ligeiramente", especialmente no que diz respeito às máximas.

A partir daí, explicou a previsora, estão apenas previstas "pequenas variações" [de temperatura] na ordem dos 2ºC e 3ºC" em território nacional.

E se olharmos ainda para as regiões do interior do país, onde os termómetros têm registado valores "baixos", é de esperar que os mesmo assim se mantenham - e até mesmo "abaixo dos 0ºC".

Por outro lado, espera-se que a chuva dê "tréguas" entre esta segunda e terça-feira. Porém, tudo muda a partir de quarta-feira, dia 30 de novembro. Patrícia Gomes acrescentou, assim, que "tudo indica" que a precipitação regresse, "um pouco por todo o país", e que se mantenha "até dia 7 de dezembro".

Leia Também: Oito distritos do continente sob aviso amarelo devido à agitação marítima

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório