Meteorologia

  • 30 SETEMBRO 2022
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 23º

"Aceitei com sentimento de dever na defesa SNS, profissionais e utente"

O antigo secretário de Estado da Saúde é o nome escolhido para presidir a direção-executiva do SNS.

"Aceitei com sentimento de dever na defesa SNS, profissionais e utente"

Fernando Araújo agradeceu, esta sexta-feira, o convite para o cargo de diretor-executivo do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

"Foi com enorme honra que recebei o convite do ministro da Saúde para presidir à direção-executiva do SNS e aceitei com um sentimento de dever na defesa intransigente do nosso Serviço Nacional de Saúde, dos seus profissionais e dos utentes, que é para eles que nós trabalhamos todos os dias", afirmou, após a conferência de imprensa dada por Manuel Pizzaro, durante a qual confirmou que ex-secretário de Estado ia estrear este cargo.

O responsável afirmou que agora era preciso aguardar pela nomeação oficial, para a partir daí a estrutura começar a ser preparada para entrar em vigor a 1 de janeiro. "Para começar a trabalhar ativamente na melhoria do desempenho do SNS".

A sede desta organização será no Porto, um pedido feito pelo futuro CEO. Na mesma conferência de imprensa, Manuel Pizarro já tinha lembrado que "competirá ao diretor-executivo indicar com total autonomia os elementos da equipa de gestão que o vai acompanhar".

Também hoje o novo Estatuto do SNS foi publicado em Diário da República, depois de 29 anos sem alterações. Saiba aqui o que vai mudar, para além da existência de um novo CEO.

Leia Também: Direção do SNS terá autonomia administrativa, finaceira e patrimonial

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório