Meteorologia

  • 16 AGOSTO 2022
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 26º

Prisão preventiva para homem suspeito de agredir a mãe na Marinha Grande

Um homem de 23 anos, indiciado dos crimes de ofensa à integridade física qualificada e dano com violência, de que foi vítima a mãe, no concelho da Marinha Grande, vai aguardar julgamento em prisão preventiva.

Prisão preventiva para homem suspeito de agredir a mãe na Marinha Grande
Notícias ao Minuto

10:20 - 10/03/22 por Lusa

País Crime

Segundo a Procuradoria da República da Comarca de Leiria, o Tribunal considerou estar fortemente indiciado que, na segunda-feira, "o arguido molestou fisicamente a sua mãe".

"Nessas circunstâncias, o arguido apertou o pescoço da vítima, empurrou-a contra uma parede, torceu-lhe os pulsos e arremessou um objeto metálico na sua direção, atingindo-a no tornozelo esquerdo. E também a empurrou com força na direção do exaustor da cozinha, tendo a mesma nele embatido com a cabeça, amolgando-o", adiantou a Procuradoria, numa nota publicada hoje eletronicamente.

A vítima "sofreu dores e mal-estar, inchaço na cabeça, escoriações nos pulsos, vermelhidões no pescoço e hematomas no tornozelo", referiu a mesma fonte.

Ainda de acordo com a Procuradoria, no decurso das agressões que infligiu à mãe, "o arguido danificou vários objetos existentes na residência da mesma e que lhe pertenciam, nomeadamente peças em louça, uma moldura, vasos com plantas, uma cama, o vidro da porta do quarto, a porta do 'hall' de entrada e os móveis da bancada da cozinha".

A Procuradoria esclareceu que o arguido já tinha sido condenado pela prática de dois crimes de furto qualificado, estando, atualmente, a cumprir uma pena de prisão suspensa na sua execução.

Presente a primeiro interrogatório judicial na quarta-feira, o juiz de instrução criminal, em consonância com o promovido pelo Ministério Público, determinou que o arguido aguardasse em prisão preventiva o desenrolar do inquérito.

A investigação é dirigida pelo Ministério Público da Unidade Local da Marinha Grande do Departamento de Investigação e Ação Penal da Comarca de Leiria, com a coadjuvação da Polícia de Segurança Pública da Marinha Grande.

Leia Também: Adiada leitura do acórdão de autarcas acusados de prevaricação

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório