Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2021
Tempo
21º
MIN 18º MÁX 27º

Edição

Com meta dos 85% alcançada, só Lisboa, Algarve e ilhas 'seguem' atrás

Boletim foi divulgado esta terça-feira e confirma a informação relevada há uma semana pela DGS e este fim de semana pelo Ministério da Saúde. A meta dos 85% da população com a vacinação completa foi alcançada.

Com meta dos 85% alcançada, só Lisboa, Algarve e ilhas 'seguem' atrás

Há já 85% da população portuguesa, mais concretamente 8.782.671 milhões de pessoas, com a vacinação contra a Covid-19 completa. Os dados constam do mais recente relatório da vacinação, divulgado esta terça-feira. 

A informação confirma, aliás, o que a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, já tinha anunciado e que no último fim de semana também o Ministério da Saúde destacou, dando conta do feito de Portugal - "o primeiro país do mundo a atingir a meta de 85% da população vacinada".

No que diz respeito a faixas etárias, acima dos 50 anos a vacinação está praticamente concluída. Abaixo, o cenário não é muito diferente, com 84% dos jovens entre os 12 e os 17 anos já com a vacinação completa.

Entre os 18 e os 24 anos, a percentagem é já de 87%, e entre os 25 e os 49 anos mantém-se nos 92% (não registando qualquer alteração em relação ao boletim da semana passada).

Por regiões, e numa semana em que Lisboa e Vale do Tejo (LVT) liderou, com mais 22.185 doses administradas, o Norte, Centro e Alentejo destacam-se por já terem superado a meta dos 85% da população com a vacinação concluída.

Atrás seguem as regiões de LVT (83%), Algarve (79%) e as ilhas da Madeira dos Açores, ambas com 82% da população com a vacinação completa.

Mais cerca de 6,1 milhões de vacinas a chegar

Estes dados da vacinação são conhecidos no dia em que o vice-almirante Gouveia e Melo, esteve no Parlamento para fazer um balanço da atividade da extinta task force da vacinação, tendo revelado que até ao final do ano mais vacinas vão chegar a Portugal.

Segundo o vice-almirante, quando a task force cessou funções, a 28 de setembro, estavam ainda disponíveis cerca de 2,5 milhões de vacinas, estando previstas chegar no quarto trimestre mais 6,1 milhões de doses, a que se vão juntar as já contratadas para os primeiros meses de 2022.

Neste sentido, deixou uma garantia aos deputados: "Se quiséssemos vacinar outra vez toda a população com uma terceira dose, tínhamos vacinas suficientes para o fazer".

[Notícia atualizada às 22h19]

Leia Também: AO MINUTO: Apoios serão retomados se necessário; Madeira? Alívio a chegar

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório