Meteorologia

  • 29 JULHO 2021
Tempo
24º
MIN 17º MÁX 27º

Edição

A "entrar em sobrelotação", PATA de Gaia aposta em campanhas de adoção

A Plataforma de Acolhimento e Tratamento Animal (PATA) de Vila Nova de Gaia "está a entrar em sobrelotação", disse hoje a veterinária do equipamento que abriu em abril e que em cinco meses acolheu 200 cães e gatos.

A "entrar em sobrelotação", PATA de Gaia aposta em campanhas de adoção
Notícias ao Minuto

13:26 - 18/06/21 por Lusa

País Animais

"Já estamos a entrar em sobrelotação, o que não quer dizer que não se consiga fazer a gestão diária porque diariamente entram e saem animais. Mas a PATA está à procura, urgentemente, de novas famílias para adoções responsáveis", disse à agência Lusa a responsável pelo equipamento, Helena Frias.

A PATA, um equipamento municipal com cerca de 36 mil metros quadrados orçado em 1,3 milhões de euros, abriu em abril e em três meses acolheu mais de uma centena de animais.

Já fazendo as contas desde o início do ano, ou seja, contabilizando os acolhimentos no Centro de Reabilitação Animal entretanto desativado, o número sobe para mais de 200 animais acolhidos.

"O movimento anual normal anterior era de cerca de 350 animais. Agora, só em abril foram recolhidos 60 animais", referiu a responsável.

Para fazer face a este acréscimo de acolhimentos, a PATA está a apostar em campanhas de adoção responsável e na sensibilização, estando marcada uma nova iniciativa para sábado, das 14:00 e as 17:00.

Helena Frias frisou que "os animais saem da PATA com as primeiras vacinas, com a vacina da raiva e com 'microchip', com a esterilização, bem como com desparasitação interna e externa", uma intervenção "totalmente gratuita".

"Também é garantido acompanhamento inicial pós-adoção para indagar sobre a adaptação e esclarecer algumas dúvidas, nomeadamente sobre a saúde e o comportamento do animal, porque o que se pretende na PATA é uma adoção responsável", acrescentou.

Neste momento, entre os mais de 200 animais disponíveis para adoção contam-se muitos gatos adultos e juvenis, uma vez que este centro de Vila Nova de Gaia registou um aumento exponencial de recolhas e entregas.

A responsável da PATA admite que "o movimento atípico de gatos tem a ver com fase sazonal de reprodução", mas também acredita que esta seja uma manifestação das repercutições da pandemia da covid-19.

Em causa estará quer o medo ou falta de acesso de particulares a serviços de saúde, quer uma eventual menor capacidade de implementação, dadas as limitações impostas pela pandemia, do modelo CED -- Capturar, Esterilizar e Devolver que é implementado por associações de proteção animal em gatos de rua.

"Este aumento de procura também poderá estar associado à abertura da PATA, que teve visibilidade. Provavelmente alguns animais que seriam encaminhados através de associações, acabaram por ser encaminhados para a PATA. Também admitimos que tenha a ver com ações de despejo, mas não com o aumento do abandono", analisou Helena Frias.

A PATA localiza-se junto ao Parque Biológico, na Estrada Nacional 222, em Avintes, no distrito do Porto.

Conforme foi divulgado em abril, o espaço inclui uma área de recreação, um parque canino, um centro de formação, áreas de tratamento e de apoio ao alojamento de animais, bem como edifícios anexos, em áreas mais reservadas e protegidas, destinados ao alojamento.

À Lusa, a veterinária do espaço acrescentou hoje que "o espaço conta com 80 jaulas para cães o que dá para 150 a 170 animais, porque alguns têm de estar sozinhos, enquanto a zona de gatil e zona de internamento está dimensionada para 30/40 gatos".

"A nível de gatos estamos sobrelotados. A nível de cães estamos na lotação máxima, mas passível de uma gestão normal", concluiu, repetindo o apelo à adesão às campanhas de adoção.

"Precisamos de integrar a população nesta missão porque não conseguimos fazer nada sem as pessoas. Venham visitar-nos e divulguem as nossas campanhas", sublinhou.

Para realizar uma visita é preciso marcação prévia através do endereço eletrónico [email protected] ou pelo número de telefone 223 742 445.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório